Estudar na Espanha: passo-a-passo

Vir estudar na Espanha, especialmente para fazer cursos universitários, significa enfrentar uma grande burocracia. As universidades costumam exigir muitos documentos e são vários os passos para poder participar do processo seletivo e, posteriomente, matricular-se e tirar o visto de estudante.

Costumo receber emails de pessoas com dúvidas em relação a isso, mas como passei por esse processo há quatro anos, havia algumas coisas que eu já não lembrava; mas graças ao Lucas, um leitor do blog que acaba de chegar na Galícia para fazer um máster, vou poder compartilhar algumas das dicas sobre o processo burocrático para estudar na Espanha.
Universidade de Ourense, onde o Lucas estuda!

Universidade de Ourense, onde o Lucas estuda!

Já aviso que o passo-a-passo é chato, mas é inevitável, por isso sempre digo que o ideal é ir providenciando os documentos assim que você começar a planejar vir para a Espanha, mesmo que ainda faltem meses pro prazo da inscrição da universidade. Assim você não corre risco de perder o prazo por não ter tido tempo de providenciar alguma coisa. Nesse post falo especificamente de como funciona para um Máster – para a graduação ou outros cursos, o processo é outro.
Lucas depois de passar pela burocracia de admissão e visto

Lucas depois de passar pela burocracia de admissão e visto

PROCESSO SELETIVO
 
Cada universidade tem um processo seletivo diferente, mas é bem provável que a maioria delas peça os seguintes documentos:
– Comprovar conhecimento da língua espanhola.
Algumas universidades aceitam apenas o Diploma do Instituto Cervantes, chamado DELE. Outras aceitam outros diplomas.

– Diploma/certificado da graduação

Esse documento terá que passar por diversas etapas:

1- O documento deve passar pela “Apostila de Haia”, que nada mais é que levá-lo a um cartório autorizado a fazer esse trâmite, onde o documento será “apostilado” (considerado legalmente válido em todos os países que assinaram a Convenção de Haia). Você pode ver a lista de cartórios aqui. O valor para fazer a apostila de cada documento varia, mas custa em torno de R$ 110.
3- Levá-lo para a realização da tradução juramentada. Nesse site é possível encontrar os tradutores. Muita gente tem dúvida se os documentos precisam ser primeiros apostilados ou traduzidos e a ordem correta é: primeiro apostila, depois tradução, conforme explica o site do Consulado da Espanha no Brasil: “No caso de ser necessário traduzir documentos para o espanhol ou o português, pode-se acudir aos serviços dos tradutores e intérpretes jurados nomeados pelo Ministério de Assuntos Exteriores e de Cooperação. As traduções feitas pelos tradutores e intérpretes juramentados espanhóis são válidas na Espanha sem a necessidade da Apostila/legalização”.
– Histórico escolar
Deve passar pelo mesmo processo que o diploma.
– Carta da universidade que comprova que o aluno pode ter acesso a uma pós
Grande parte das universidades brasileiras não sabe como esse documento funciona e, por isso, costuma ser um grande problema. Incluo abaixo o documento feito pela minha universidade para que vocês tenham uma ideia de como ele é. Essa carta também deve passar pelo mesmo processo que o diploma e o histórico.
20150309_120800
– RG ou passaporte.
No caso da Complutense, você podia simplesmente escanear todos esses documentos e enviar por meio de uma intranet disponibilizada para os candidatos.

VISTO DE ESTUDANTE

 
Depois de ser aceito/a pela universidade, chega a hora de pedir o visto de estudante. E dá-lhe mais burocracia! Todos os documentos exigidos podem ser vistos no site oficial-, mas aqui dou algumas dicas:
– Formulário de solicitação disponível no site.
– Passaporte válido durante toda a sua estadia na Espanha.
– RG
– Matrícula da universidade /ou carta comprovando que você foi aceito. Esse documento teria que ser enviado pela universidade por correio. Quando eu fiz, escanearam e me mandaram por email e quase tive que chorar na Embaixada para que aceitassem. Esse documento deve conter diversas informações sobre o curso, como o tempo de duração, valor, etc. Tudo isso está no link acima.
– Diploma da graduação (que já passou pelo processo da apostila).
– Documentos que comprovem disponibilidade econômica (extratos bancários e declaração do imposto de renda). Podem ser seus ou dos seus responsáveis que, nesse caso, devem apresentar uma declaração dizendo que são seus responsáveis com firma reconhecida.
– Seguro de saúde privado por todo o período da estadia.
– Certificado médico. No link acima tem o modelo, é só ir ao seu médico e pedir para ele fazer um igual. Esse certificado deve ter no máximo 90 dias.
– Certificado de antecedentes penais com no máximo 90 dias. Esse documento pode ser obtido no site da Polícia Federal e também tem que passar pelo processo da apostila.
– Foto 3×4
– Pagamento da taxa, que é atualmente de R$ 193.
Você entregará todos esses documentos e receberá a resposta algumas semanas depois.  Nessas semanas você quase morre de ansiedade, mas costuma dar tudo certo. A vantagem é que, pelo menos na minha época, o senhor do consulado em SP era um amor e já ouvi dizer de casos em que o visto não foi aprovado e ele deu dicas para que a pessoa trouxesse determinados documentos para que fosse aprovado.
O esperado, desejado e burocrático visto!

O esperado, desejado e burocrático visto!

Minha dica é: providencie tudo aquilo que não tem data “vencimento” o mais rápido possível, assim são preocupações a menos quando está chegando o prazo.
Se alguém aí já passou pelo processo e quiser completar com algo mais, escreva e eu adiciono!

138 Comentários em Estudar na Espanha: passo-a-passo

  1. Consegui o visto depois de alguns meses de organização, força de vontade e burocracia aqui no Brasil e estou indo estudar em Madrid…mas…o visto só dura 90 dias, chegando lá preciso tirar a tal Tarjeta de Identidad de Extranjero. Só que quanto mais busco na internet, mais confuso o processo me parece.
    Poderia fazer um post de como funcionam as coisas para o estudante quando ele chega na Espanha…
    Pra tirar a Tarjeta eles pedem uma “Resolución de concesión de la autorización que justifica la expedición de la tarjeta”. O que seria isso? Não acho em lugar nenhum que documento é esse…
    E a afiliación o alta en la Seguridad Social…seria o seguro feito no Brasil e necessário pra expedir o Visado?
    E o NIE? É preciso tirar antes o NIE? Já li em alguns lugares que sim, em outros li que ele é dado quando você pede a Tarjeta.
    E é preciso empadronar-se antes de tirar a Tarjeta ou esse é outro processo?
    parece que lá o processo é bem mais lento e complicado que aqui. Tô tentando me organizar previamente mas tô ficando maluca com tanta informação!
    Ajuda aí por favor =)

    • Oi, Manu! Tudo bem? Sua pergunta é super pertinente porque eu tb passei por isso e realmente o processo é chatinho. O problema é que já faz tanto tempo que não lembro muito bem, por isso te agradeceria se você pudesse entrar em ctto comigo para me ajudar a escrever esse post, assim como o Lucas fez nesse post. Vamos ao que eu lembro: você vai até a “casa do estudante” da sua universidade (um setor que costuma ajudar nessa parte mais burocrática). No caso da Complu, eles te pedem para preencher um papel e marcam para você uma data em que você tem que ir até a Extranjería para levar seus documentos (eles te dão uma lista) para você pedir o NIE (que é tipo o RG dos estrangeiros). É exatamente essa a tal “tarjeta” que você menciona. No nosso caso a tal “resolución” é o próprio visto do passaporte. Aqui você encontra algumas infos importantes sobre o processo inicial do NIE: https://www.ucm.es/tramitacion-inicial-nie – Se sua uni não fizer, nesse link já te ensina a fazer direto.
      Enquanto eles marcam esse dia você já pode fazer seu empadronamiento (pode ser feito com o passaporte) e o empadronamiento é pedido quando você for fazer o NIE, então obrigatoriamente você tem que fazê-lo antes. Para ler sobre ele, clique aqui: https://sede.madrid.es/portal/site/tramites/menuitem.1f3361415fda829be152e15284f1a5a0/?vgnextoid=3e3debb41f6e2410VgnVCM2000000c205a0aRCRD&vgnextchannel=d368a38813180210VgnVCM100000c90da8c0RCRD

      Boa sorte! 😀

  2. Oi Manu, não se preocupe,esse documento é a carta de que está matriculado na faculdade aqui. Também estava preocupado, pois demorei a empsdronarme pq o dono da casa mora em outra cidade,mas na policía levei mil documentos e só me pediram passaporte, a carta e o papel do empadronamiento… E foi muito rápido, fiquei muito surpreso. Eles vão te dar um resguardo e um mês depois vai lá buscar a tarjeta.

    • Lucas, aqui em Madrid o processo foi mais demorado, mas deu tudo certo! Manu, caso o documento não fique pronto em 90 dias, mas você tenha o resguardo (comprovante de que pediu o NIE), não há problema nenhum. Valeu pela ajuda, Lucas!

  3. Larissa, sou formado em Comunicação e Jornalismo, desde dezembro de 2014. Estou pesquisando sobre como ser bolsista em universidade espanhola. Será que você pode me assessorar? Quero conseguir algo para 2016, sendo que o meu objetivo é fazer mestrado. Também estou procurando emprego, voluntário ou não, na minha área ou não. Trabalhar na própria universidade é uma possibilidade, por exemplo, em departamento de comunicação e marketing. Eu não possuo escrita perfeita em língua espanhola. Esta é uma dificuldade que pode ser resolvida com pesquisas. Tenho interesse em estudar comunicação, marketing, negócios, cinema e jornalismo. Por favor, dê-me voz na península ibérica, sendo Portugal uma outra boa opção. Estou ao dispor para colaborar em seu blog. Desde já, muito obrigado. Peço que entre em contato via o meu e-mail registrado no formulário deste comentário.

    • Oi, João! Tudo bem? Eu não presto nenhum tipo de serviço nesse sentido. O meu blog é apenas para compartilhar minha experiência e os lugares que visito aqui na Espanha, mas não atuo fazendo nenhum tipo de ponte entre estudantes e universidades ou trabalhadores e empresas. O que eu sei é que atualmente a Fundación Carolina está com inscrições abertas para o processo seletivo de bolsas de estudos em Mestrados. Dá uma olhadinha no site deles que certamente irá te interessar. Um abraço!

  4. Olá, eu estou em Madrid e vim pra casa da minha prima, tenho 18 anos e eu quero fazer a faculdade aqui, gostaria de saber o que eu tenho que fazer pra conseguir começar a faculdade. Obrigada

  5. Olá, estou indo em novembro para Barcelona para morar e estudar.
    Tirei minha cidadania espanhola e gostaria de saber duas coisas. Eu desisti da faculdade no 4 semestre aqui, já não tem a possibilidade de eu voltar a cursar aqui, tendo o histórico e a grade do que eu estudei durante esse período, teria a possibilidade de homologar e tentar concluir o curso na Espanha?
    E segundo, caso não tenha, o que eu poderei fazer é homologar o documento do 2grau e entrar em contato com a universidade para dar entrada numa graduação do zero, por lá?
    Obrigado!

  6. Ahh, bacana!
    Isso envolve em fazer toda a tradução e legalização do histórico junto ao Ministério das Relações Internacionais (Itamaraty)?
    Sem mais. Muito Obrigado!

    • Isso mesmo, Eduardo. Primeiro a legalização no Ministério, depois no Consulado e, por último a legalização. Um abraço!

  7. Larissa, muito legal seus posts.
    Não sei se você consegue me ajudar…
    Sou europeu mas moro em SP e fiz a graduação no brasil, será que passarei por toda essa burocracia para realizar um curso máster em Madrid?
    Está um pouco difícil encontrar como realizar a inscrição rs…

    Obrigado.

  8. Olá Larissa! Gostaria de tirar uma dúvida.

    Gostaria de ir para a Espanha, Madrid, primeiramente pra estudar espanhol e depois para fazer o Máster lá. O problema é: não tenho como comprovar agora o espanhol e as inscrições do master que estou interessada vão até novembro.
    Você acha que há a possibilidade de conseguir um visto de 90 dias, para estudar espanhol e após esse período pedir pra estender para o máster na Espanha mesmo? Com isso, eu teria que sair do Brasil com maior parte dos documentos, mas teria que ser feito de lá.

    O que você acha? Tem conselhos pra um caso como o meu? Rs

    Muito obrigada!

    • Carolina, o problema é que se você teria que pedir um visto superior a 90 dias porque até 90 dias não é preciso tirar visto…. mesmo que vc venha para estudar, se você fica até 90 dias sua entrada é como turista. O que eu não recomendo é vir como turista e tentar tirar o visto aqui, porque se der algum problema você vai ter obrigatoriamente voltar (ou ficar ilegalmente, o que não é uma boa opção. Um abraço!

  9. Oi Larissa! Tudo bem?
    Estou pensando em tentar um mestrado na Universidad Complutense. Me informaram que agora eu preciso enviar todos os documentos pelo correio por que sou estrangeira. Eu precisaria enviar tudo para Comisión de Convalidaciones e assim eles aprovariam minha documentação para começar o processo. Isso procede?
    Obrigada!
    Alice Coutinho

    • Oi, Alice! Sim, é assim mesmo que funciona agora. O que eu te recomendo é que, mesmo que você não obtenha uma resposta até o prazo de inscrição da seleção, se inscreva mesmo assim porque os trâmites são bem demorados. Quando eu vim fazer foi diferente, porque eu só tive que mandar os docs depois que já tinha sido aceita no processo seletivo, mas eles só me deram a resposta de que a minha convalidação estava ok quando eu já estava aqui estudando, rs! Um abraço!

  10. Parabéns pelo blog, muito bem explicado.

  11. Olá, uma dúvida boba, mas se tratando de burocracia….
    O passaporte também tem que ser traduzido e legalizado via consulado?
    Obrigada.

  12. olla. não preciso de visto pois tenho o passaporte europeu, e só precisava mesmo fazer a homologação dos documentos para o bacharelado espanhol. Você que notas preciso pra ter altas notas no bacharelado?

  13. Oi, boa tarde! Será é necessária toda esta burocracia para estudar em um curso livre que tem duração de um ano? E cuja os requisitos exigidos para cursar são: Certificado de vacuna antitetánica,Fotocopia del DNI o Pasaporte e Impreso de inscripción con justificante de pago.

    • Oi, Emmanuelle. Se é um curso livre não precisa de tudo isso. Essa burocracia é para poder ser aceito numa universidade… no seu caso, seria só a burocracia com o visto, que é o que aparece no post e que no seu caso só não incluiria o diploma da faculdade.

  14. Oi Larissa, tudo bem?

    Sempre leio seus posts e sempre são ótimos, faço um pequeno adendo pois estou no processo de autenticar meu diploma.

    Apesar do Brasil ter assinado a Haia ela ainda não está valendo, foi o primeiro passo e existe um processo até que tudo esteja ok.

    Alguns links sobre o assunto:

    Adesão do Brasil à “Convenção da Apostila”
    http://www.itamaraty.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=12605:adesao-do-brasil-a-convencao-da-apostila&catid=42&Itemid=280&lang=pt-BR

    Brasil assina a convenção de Haia – O que devemos esperar – Minha Saga
    http://www.minhasaga.org/2015/08/brasil-assina-a-convencao-de-haia-o-que-devemos-esperar.html

    Abraço.

  15. Gostaria de saber se é possível concluir o 12º ano em madrid

  16. Lillah de Araujo // 05/04/2016 em 9:18 pm // Responder

    Oi Larissa!Tudo bem?
    Estou no processo de visto de estudante, e por mais que se pesquise pela internet ou ligue na Embaixada da Espanha em Brasilia tem bastante coisa que estou completamente perdida. jajaja
    Então, já estou com a homologação feita na Embaixada, esta faltando a tradução Juramentada. Nessa parte começa minhas duvidas. Você fez a tradução com um tradutor em São Paulo? A minha duvida é se pode ser feito por qualquer tradutor juramentado no Brasil. O que eu encontrei no site do Ministério de Assuntos Exteriores da Espanha é que existe somente uma tradutora juramentada no Brasil e ela fica em São Paulo.
    Sobre a documentação que comprova a renda durante a permanência que vai ficar na Espanha:
    quem vai fazer é meu Noivo que é espanhol.
    Você acha que isso será algum problema? Digo pelo fato que não somos casados e eu já sou maior de idade e aqui no Brasil eu não declaro imposto de renda e nem tenho movimentação em conta corrente.
    O ultimo 😀 é sobre o Seguro Saúde/Viagem.
    entro no site para tentar fazer com as seguradoras e só encontro resultados para 1 ano de seguro, pretendo fazer a graduação completa na Espanha e segundo a embaixada teria que cobrir toda a permanência do curso, que no meu caso é um grado de 4 anos.
    Teria alguma luz para me indicar? jajaja
    Estou acompanhando seu blog e adoro suas postagem, que por sinal já me ajudaram bastante com outras duvidas que eu tinha.
    “Estou ficando louca com toda essa documentação e deixando meu noivo Malucoooo”

    :*
    Besos

    • Oi, Lillah! Td bem e vc? Vamos às dúvidas: 1) fiz a tradução em SP. Parece que atualmente ela é a única tradutora juramentada do país mesmo. Você vai ter que mandar pelo correio e ela te manda de volta. É bem simples na verdade, só que acaba tendo esse custo a mais do envio-
      Não sei se você terá problemas em relação aos dados da renda serem do seu noivo, já que normalmente costuma ser alguém com quem há uma relação formal (pais ou cônjuge). Se vocês moram juntos, eu levaria correspondência no nome dos dois para comprovar esse vínculo.
      Em relação ao seguro, você faz por um ano e, depois desse período, renova o seguro ou faz outro, porque seu visto será válido por um ano – e cada ano da graduação você terá que renová-lo. Falei sobre isso aqui: http://blogueirosmadrid.com/2016/04/05/visto-de-estudante-na-espanha/
      Fico feliz que o blog esteja ajudando e sei que é bem estressante esse processo. Boa sorte!

  17. Larissa, tudo bem?

    Uma dúvida:

    Você é bacharel em Jornalismo, qual é o título correspondente na Espanha? Pergunto por que eu sou bacharel em Sistemas de Informação e preenchendo o cadastro em alguns sites de emprego espanhol, por exemplo o InfoJobs, fico muito na dúvida de qual é a correta, opções retiradas do Infojobs:

    Otros títulos, certificaciones y carnés
    Otros cursos y formación no reglada
    Educación Secundaria Obligatoria
    Enseñanzas artísticas (regladas)
    Enseñanzas deportivas (regladas)
    Formación Profesional Grado Medio
    Bachillerato
    Formación Profesional Grado Superior
    Ciclo Formativo Grado Superior
    Diplomado
    Ingeniero Técnico
    Grado
    Licenciado
    Ingeniero Superior
    Postgrado
    Máster
    Doctorado

    Acredito que essa minha dúvida será esclarecida quando eu traduzir o diploma, mas como você já o fez, talvez tenha a resposta 🙂

    Abraço,

    Nelson

  18. Oi Larissa tudo bom? Estou com uma dúvida e com esperança de você me ajudar ta

    Teve uma pergunta recente dessa mas eu ainda fiquei confusa. Eu tenho o terceiro ano completo do ensino médio, e comecei a faculdade e tranquei após dois anos. Me formei em um curso livre que não possui histórico escolar.

    Quando pedem diploma ou histórico escolar para o visto de estudante, qual eu devo utilizar para fazer o reconhecimento e legalização no ministério? Apenas o diploma do terceiro ano é válido?

    Obrigada desde já e parabéns pelo blog!

    • Oi, Thaís. Você teria que traduzir o diploma e o histórico do Ensino Médio se quiser começar a faculdade aqui. Um abraço!

      • Oi Larissa!

        Então no caso, eu preciso reconhecer firma, legalizar no ministério, legalizar no consulado e fazer a tradução juramentada do diploma e histórico?
        Somente do Ensino Médio é válido né?

        Obrigada desde já!

        • Thais, mas o que exatamente você quer estudar aqui? Normalmente o processo é esse, mas talvez a universidade específica em que você for entrar pode te pedir outras coisas. Além disso, esse post é para quem vem fazer máster, não graduação, que tem um processo seletivo diferente. Não sei se você chegou a ler esse post, mas talvez ele possa te ajudar: http://www.estoesmadridmadrid.com/2014/06/30/sistema-educacional-espanhol-como-entrar-na-universidade/

          • Oi Larissa, acho que acabei confundindo tudo!

            Eu já fui aceita em uma escola de design, em um curso de pós graduação, em Barcelona, eles me aceitaram por portfólio e não precisei mandar diploma/histórico escolar (lá eles aceitam pessoas sem título universitário, uma vez que você comprove experiência na área)!
            Já estou matriculada e eles vão me mandar a carta de aceitação.

            A minha dúvida é na hora de pedir o visto de estudante, como não tenho diploma de ensino superior, possuo apenas o certificado e histórico escolar do ensino médio completo. Queria saber se só com esse documento, é aceito no consulado.

            Obrigada e desculpa a confusão!

          • Oi, Thais. Sinceramente não sei, porque é estranho que um curso de pós não exija a graduação. O melhor seria tentar tirar essas dúvidas no consulado para não perder tempo nem dinheiro traduzindo documentos que podem não exigir. Abs

  19. Oi Larissa,tenho uma dúvida,a traducao dos documentos também precisa ser legalizada via diplomática?
    Obrigada.

    • Oi, Daniela! Não, depois que os documentos são legalizados (tanto pelo Ministério das Relações Exteriores quanto pelo Consulado espanhol) e traduzidos, essa tradução não precisa ser legalizada. Abs!

  20. Oi Larissa. Vi que tem bolsa para o master de gestão empresarial a distância na Universidade Complutense de Madrid. Como é visto um master a distância por aí? Tenho receio de estar jogando dinheiro fora..
    Abs!

    • Lorena, normalmente sim. Depende mais da universidade e do curso em si. O melhor é dar uma pesquisada na internet para ver o que dizem os ex-alunos. Boa sorte!

  21. Olá Larissa!

    Seu blog tá me ajudando muito, pois é muito difícil informações completas sobre o visto e vida na Espanha!

    Eu tenho uma dúvida, na hora de solicitar o visto, eles te pedem endereço da onde você vai ficar? Você já teria que ter comprovantes ou algo relacionado?

    Vi que no formulário de solicitação tem uma parte que diz “Endereço postal do solicitante na Espanha” e não sei o que colocar, visto que ainda não vi residência.

    Obrigada (:
    beijos!

    • Thais, na época eu coloquei o endereço do albergue onde ia ficar hospedada nos primeiros dias. Eles nem me perguntaram nada em relação a isso porque eles já sabem que praticamente todo mundo só encontra um lugar definitivo ao chegar aqui! Abs!

  22. Olá, Larissa. Estou aproveitando muito as dicas do seu blog. É um conforto ter um lugar onde tirar dúvidas no meio deste monte de burocracia. Acabei de pegar meu visto de estudante para Espanha, vou fazer um mestrado com duração de um ano em Barcelona. Porém, ví que o visto saiu com prazo de 90 dias, tipo D e veio junto um bilhete dizendo que tenho 30 dias para retirar a tarjeta de identidad de extranjero. Mas a questão é, depois de feito o tramite de retirada da identidad de extranjero, posso sair da espanha e voltar? Vou em agosto e no final do ano, durante o recesso da universidade de natal e ano novo, gostaria de viajar para fora da europa. Vocês sabem como funciona? Outra questão é que pretendo ficar num albergue e alugar um apartamento depois de chegar. Mas acho que só posso tirar a Tarjeta de Identidad de estranjero depois de ter uma residência definitiva. É isto mesmo?
    Com relação a pergunta da Thais, como acabei de tirar o visto acho que posso esclarecer. Não escrevi nada no campo de “Endereço postal do solicitante na Espanha” , ninguém me perguntou nada e o visto saiu sem problemas.

  23. Boa noite ! Ganhei uma bolsa para estudar na Espanha por 3 meses , a princípio me disseram que não era obrigatório tirar o visto , tendo em vista que não vou extrapolar o período de estadia permitido , entretanto me recomendaram que tire o visto … A dúvida é o seguinte , quanto eu chegar lá , mesmo com o visto vou precisar tirar aquele documento de identidade de estrangeiro? Segunda dúvida , se eu quiser visitar algum país próximo , que documento vou precisar para sair e voltar para Espanha ? Outra coisa, na comprovação de renda , basta colocar o valor da bolsa que me concederam ou além disso tenho que juntar meus contracheques , tendo em vista que sou servidora municipal?

  24. Só mais uma coisinha, para eu viajar para outro pais, quer seja com esse Nie, ou sem ele, só com o passaporte e o visto espanhol, vai ter algum problema ao retornar à Espanha? Quero aproveitar a oportunidade para visitar alguns outros países…

    • Se você não precisa tirar visto, você pode sair e entrar sem problemas com o passaporte que terá o visto de estudante, porque lá vai ter a validade real dele. Abs!

  25. Eu quero estudar em Barcelona q documentos eu preciso. E qual é a idade pra estudar

    • Oi, Charles! Tudo depende do curso que você quer fazer. Aqui no blog, na seção Estudar na Espanha, tem vários posts sobre o tema, inclusive sobre documentos, que podem te ajudar.

  26. Sarah Gonçalves // 29/08/2016 em 3:07 pm // Responder

    Larissa bom dia,

    Estou com muita dúvida em relação a essa apostilla de haya. Conhece alguem que tenha tirado o visto depois de 14/08/16?

    Agora não precisa mais levar no MRE para legalização, tem que levar nos cartórios conveniados para colocar o selo e pagar 34,00 e pouquinho por documento.

    A minha dúvida é o seguinte, já estou com todos os documentos em mão, falta apenas traduzir e levar no cartorio para colocar o tal selo.

    Você sabe se tenho que traduzir primeiro e depois levar no cartório ou, levar no cartorio para depois traduzir?

    Obrigada

  27. Nossa Larissa. Estou impressionada com tanta burocracia viu. Eu pretendo fazer um mestrado na Espanha, daqui a um ou dois años. Entao terei tempo para me preparar. Irei morar em alguma regiao da Galicia. Só nao tenho certeza qual. Gostaria muito que entrasse em contato comigo, para tirar minhas dúvidas. Muito obg

  28. Boa tarde.

    Para uma pessoa que tenha a nacionalidade Espanhola, vc saberia me dizer quais os documentos necessário para cursar uma universidade ?
    desde já agradeço

    • Oi, Marco! Para estudar numa universidade espanhola, a vantagem que você teria é que não precisaria tirar o visto de estudante; mas em relação à forma de acesso ao curso, o que conta é onde você estudou e não sua nacionalidade. Ou seja, se você estudou no Brasil, a forma de acesso é como a de qualquer estrangeiro. Abs

  29. Olá, os documentos para o visto precisam ser traduzidos por tradutor juramentado?

    • Oi, Letícia! No próprio post você encontra as informações dos documentos que devem ser submetidos à tradução juramentada.

  30. Ganhei uma bolsa de estudos e o aceite da faculdade é de exatamente 6 meses. Não preciso mesmo do atestado médico e antecedentes criminais? Vou precisar ir um pouco antes pra procurar um lugar pra ficar. Terei algum problema com isso se colocar que vou uns dias antes?

  31. Larissa, muita obrigada por disponibilizar todas essas informações! Eu já possuo um título de graduação aqui no Brasil e gostaria de fazer uma segunda licenciatura na Espanha, provavelmente na UCM. Você saberia me dizer se é eu tenho que entrar no processo de admissão como estudante estrangeira (não possuo cidadania europeia), maior de 25 anos ou como aluno já titulado? Estou com dificuldades de achar essas informações no site deles. Obrigada.

    • Oi, Maria! Acredito que o acesso seria como aluno estrangeiro, já que você vem de um sistema educacional diferente. Abs

  32. Oi, pessoal. Estou me preparando para aplicar para um Master na Espanha e até agora não entendi se a tradução juramentada pode ser feita com qualquer tradutor oficial, ou se precisa ser com a Maria Del Pilar que é a única reconhecida na Espanha.
    Alguém sabe sobre isso?

  33. Olá, parabéns pelos seu blog!
    No caso de quem tem interesse em conseguir um visto de estudante pra estudar espanhol na Espanha, O processo burocrático é o mesmo?

    • Oi, Adriano. O visto para estudar espanhol é mais simples, já que você não precisa do diploma, nem do histórico escolar e a tal carta da universidade. Um abraço!

  34. Larissa, O seu blog está sendo MUITO útil!

    Quero tentar o mestrado na UCM, a mesma que você cursou. O problema é que o prazo da primeira inscrição acaba em fevereiro e não tenho os documentos. Fiquei bem perdido em relação à como apresentar o diploma lendo o regulamento deles: http://www.ucm.es/data/cont/docs/3-2015-12-01-accesomaster2015.pdf

    É igual ao que você disse acima no blog ? (reconhecer firma diploma e histórico da universidade > apostilar em cartório > tradução juramentada) ???

    Obrigado!!
    Brunno

  35. Larissa, você já ajudou muito, mas vou abusar um pouco. No regulamento da UCM eles falam em “copia compulsada” que o google traduz como cópia autenticada. Autenticar uma cópia de documento é muito mais simples do que reconhecer firma, será que não confundiram as duas coisas ou me perdi na tradução ? Eu tinha achado bem estranho mesmo ter que reconhecer firma… Abraços!

    • Oi, Brunno. Você tem razão, a tradução é essa. Mas o reconhecimento de firma é necessário para que o documento seja legalizado. Ou pelo menos era esse o trâmite antes da Apostila de Haia. Tente entrar em ctto com um cartório que faça isso para saber como funciona. Se puder voltar aqui para contar, te agradeceria muito! Abs

  36. Olá, poderia me informar se o passo a passo para estudar na Espanha é o mesmo para quem tem cidadania espanhola? Eu sou brasileira com cidadania espanhola e tenho essa dúvida.
    Obrigada

    • Marina, a forma de acesso à universidade é a mesma que descrevi aqui, já que o que conta não é a sua nacionalidade e sim onde você estudou. O que você não precisará se preocupar é em relação ao visto de estudante, que você não precisa fazer. Abs

  37. GABRIEL FELIPE FERNANDES PINHEIRO // 07/03/2017 em 2:05 am // Responder

    Olá,

    Estou buscando algumas informações, mas não encontro em lugar nenhum, preciso saber quais são as possibilidades de entrar em uma universidade espanhola fazendo aproveitamento de créditos, sendo que eu já estudei 2 semestres aqui no Brasil. Além disso queria saber como funciona para arrumar emprego sendo estudante, se eu tenho a possibilidade de fazer estágio ou trabalhar meia jornada para pagar a universidade.

    Muito Obrigado

  38. Boa noite, como faço para fazer graduação na Espanha ? É pago as universidades?

  39. Muito obrigada pelas informações!! Ajuda bastante um passo a passo de alguém que já passou por isso antes.

  40. Olá, tudo bem? EStou começando o processo agora para fazer mestrado na espanha. Sou cidada portuguesa, nao vou tirar visto de estudante. EStou com duvida apenas sobre a documentacao. Ja apostilei o diploma e agora nao sei como fazer a tradução. Tem o contato da pessoa? Sabe me dizer quanto cobram? Outra coisa, o historico escolar que tenho que pedir na universidade é aquele comum com matérias e notas ou aquele conteudo programatico gigante que vem dizendo o que foi estudado em cada matéria? porque se for isso vai ser uma fortuna pra traduzir pq sao mais de cinquenta folhas rs
    E essa carta com a universidade autorizando pos é obrigatoria? Como chama essa carta porque eu não achei aqui na relação de documentos. Tudo muito dificil de entender, espero que vc consiga me ajudar 😉 obrigada Alethea

    • Oi, Alethea. Aqui você tem a lista dos tradutores juramentados. Costuma ser caro, mas o preço é tabelado, por isso nem vale a pena perder tempo procurando mais barato. Recentemente fiz a tradução dos antecedentes penais e saiu cerca e 90€ (menos de uma folha=. O histórico é aquele em que aparecem as matérias que você cursou e notas e não todo o conteúdo, rs! Essa carta é um dilema. Eu nunca achei uma versão oficial. Minha faculdade fez essa que aparece no post e aceitaram, por isso coloquei como exemplo. No meu caso, ela foi obrigatória para o processo seletivo e não para o visto. Abs

  41. Maristela Rodrigues Alves de Souza // 22/09/2017 em 8:10 pm // Responder

    Minha filha já estuda na espanha,ensino médio,fez empadronamento como faço para pedir os papéis de residencia para estudante, mesmo morando lá, é tudo tão complicado por ela estar ilegal,alguém sabe oque é melhor fazer

    • Oi, Maristela. Mas ela está com algum familiar que seja residente? O que eu sei é que o visto de estudante só pode ser pedido no Brasil.

  42. Camila Gonzalez // 25/09/2017 em 3:18 am // Responder

    Ola, eu tenho nacionalidade espanhola e pretendo me mudar para la. Gostaria de saber como seria o processo para mim (pq falo o basico do espanhol) . Se vc pudere ajudar eu ficaria mtt grata

    • Oi, Camila! Depende do curso que você queira fazer, porque na verdade o que conta para o acesso à universidade não é a sua nacionalidade (isso conta muitas vezes na hora de pagar) e sim o país onde você estudou. Entre no site da universidade que te interessa e procure pelo acesso para estudantes vindos de outros sistemas educacionais. Abs

  43. Boa noite, Larissa! Obrigado pelas informações.
    Tenho uma dúvida: ano que vem pretendo cursar um máster em Madrid. Mas quero aproveitar o tempo de residência para solicitar depois a cidadania espanhola por tempo de residência. Tendo em vista que o visto de estudante não conta para o tempo de residência da cidadania, que tipo de visto eu poderia solicitar que me permita: trabalhar, estudar e contar para o tempo da cidadania?

    Grato desde já, Lucas.

  44. Oí Larissa! Td jóia?

    Eu comecei a minha graduação em uma universidade e finalizei em outra. No meu histórico escolar da faculdade na qual conclui o curso, consta apenas as notas da última faculdade, porém, nas disciplinas cursadas nanprimeira universidade, constabque fui aprovada, porém não tem as notas. Neste caso, como deve ser feito? Será que a complutense aceita o histórico da última universidade com o diploma? Suas dicas estão sendo valiosas. Muitos beijos e obrigada!

    • Oi, Alessandra! Não sei te informar se a Complu aceitaria só esse último histórico ou se exigiria os dois. Tente entrar em contato com eles para se informar (mas já te aviso que eles são super enrolados!). Um abraço e obrigada pelo carinho!

  45. Ola, quero estudar na espanha. Mas eu tenho um semestre feito e concluído em uma Universidade aqui e um curso técnico feito tambem. Será que eles tem valor para eu tentar uma vaga?
    Me disseram que em Março não precisa traduzir os documentos, pois em Março é aberto só para estrangeiros de todos lugar. Sabe me dizer se é verídico e sobre os meus cursos?

    • Oi, Vanessa. Essa informação sobre a tradução não sei te dizer se é verdadeira – nunca ouvi falar sobre isso. Acredito que seu semestre cursado possa valer para tentar uma transferência, mas sinceramente não sei se seria mais burocrático. Além disso, se você pedir transferência, vai ter que torcer para abrir vagas, algo que pode não acontecer. Abs

  46. Olá. Sou formando em engenharia aqui no Brasil. Meu diploma equivale a um titulo de Ingeniero Superior?

  47. Mesmo fazendo o “apostilar” tenho que reconhecer firma da pessoa que assinou meu diploma? Achei que o “apostilar” substituia essa etapa. Pq minha faculdade fica em outro estado e fica bem inviável no momento.
    Vc tirou uma copia autenticada do Diploma pra poder pegar todos esses selos ou apostilou e reconheceu firma no diploma original? isso pode?

    • Oi, Kelly! Tudo bem? Acabei de atualizar o post. Agora realmente não é necessário o reconhecimento de firma de documentos acadêmicos. Há outros documentos que sim precisam ter firma reconhecida, mas não é o caso dos acadêmicos, conforme explica aqui: https://www.26notas.com.br/servicos/apostila-documentos

      Todos os trâmites foram feitos com meu diploma original. Um abraço e obrigada pelo toque!

  48. Olá, Larissa! Estou interessada em fazer o mestrado na Politécnica de Valencia. e tenho uma dúvida… Eu ainda não tenho meu diploma oficial, tenho a comprovação que já dei entrada no processo de solicitação de diploma, você sabe dizer se eu terei apenas que traduzir esse documento? Tem que homologar ou legitimar? Você sabe como funciona isso? Obrigada desde já!

    • Oi, Raísa! Sinceramente, não sei se eles aceitam isso. O ideal é consultar a universidade onde você pretende estudar. No caso de aceitarem, talvez você tenha que apostilar o documento (Apostila de Haia) e depois fazer uma tradução juramentada. No meu caso, eu tive que fazer isso, mas acho que as exigências dependem de cada universidade. Um abraçO!

    • Estou com a mesma dúvida pois vi que existe o mestrado oficial habilitante que você pode trabalhar com ela e para isso você precisa homologar e isso implica em chegar a ser necessário fazer creditos da graduação novamente para poder compensar créditos que faltaram da sua graduação no Brasil e os não habilitantes. Porém mesmo esses habilitantes estão pedindo um reconhecimento de crédito que não entendo o que são.

      • Sim, em alguns casos pode ser necessário cursar algumas matérias, mas, sinceramente, não sei como funciona isso porque meu caso foi bem mais fácil. Eu só mandei os documentos (diploma e histórico escolar) traduzidos e legalizados à Comissão de Convalidação, eles avaliaram e deram o ok, ou seja, não foi preciso fazer nenhuma matéria adicional. Recomendo que entre em contato com a universidade que te interessa para saber como funciona. Um abraço!

        • Você fez um “master propio” ou um “master oficial” que tem intuito acadêmico?

          • Oi, Amanda. Eu fiz um máster oficial. Esteja atenta porque a diferença não é só essa entre um “propio” e um “oficial”. Como o “propio” tem mais liberdade, me parece que ele é mais difícil de homologar ao voltar ao Brasil. Mais info aqui: La recogida en barrios periféricos o fuera de Santiago supone un suplemento.

        • Outra pergunta, foi enviado para essa comissão de convalidação que não tem a ver com os envios dos documentos para a universidade não é isso? Quanto tempo demorou esse processo?

          • Exatamente, foram coisas separadas. Primeiro eu enviei esses documentos para a universidade para o processo seletivo e posteriormente enviei os documentos à “comisión de convalidaciones”. O que aconteceu comigo foi que essa comissão só me deu o ok quando eu já estava matriculada no curso E na Espanha, ou seja, foi tudo bem caótico e desorganizado. Eles demoraram uns três meses para me dar a resposta de que estava ok (acredito também que isso se deve ao fato de que foi durante o verão).

          • Muito Obrigada pelas informações, foram muito úteis e parabéns pelo blog!

          • Amanda, se você descobrir algo novo, agradeceria muito se pudesse compartilhar aqui! Obrigada

  49. Oi Larissa,
    Quando você foi fazer a solicitação do visto só levou o diploma da graduação apostilado e traduzido ou levou o do ensino médio também? Obrigada

  50. Andreia Ribeiro // 26/07/2018 em 4:38 pm // Responder

    Olá, Larissa!
    Seu post é o melhor que encontrei, desde que iniciei esta empreitada em busca do sonhado Máster.
    Bom, eu me inscrevi em diversos programas de master, no entanto, um deles pede a equivalência de notas. Você chegou a fazer isso com seu diploma? Mandei e-mail para o Ministério, mas nada até o momento. Não consigo encontrar minha escala, mas acho que vou usar uma delas e pronto. No entanto, a questão dos “créditos” tem me empacado. Meu histórico mostra cerca de 2.600h de estudo, o que equivale a cerca de 88 créditos, ou seja, nada! No entanto, meu histórico da faculdade não conta que eu “morava” lá fazendo práticas. Uma graduação por aí, é de 240 créditos. Já viu alguém com problema similar? Meu cálculo é esse mesmo? 1 crédito = 25/30hs? Sabe de alguém que possa me ajudar? Agradeço desde já.

  51. Ana Carla Macedo // 29/07/2018 em 5:45 am // Responder

    Olá, Larissa, tudo bem?

    Ótimo seu post, parabéns!
    Estou com uma dúvida. Estou indo cursar uma pós na Espanha e preciso apostilar e traduzir meu diploma. Porém, no site da embaixada espanhola, diz que se o diploma estiver traduzido por um tradutor juramentado, não é necessário o apostilamento. (http://www.exteriores.gob.es/Consulados/SAOPAULO/pt/InformacionParaExtranjeros/Pages/Legalizaciones-SP.aspx , último parágrafo).

    Ao mesmo tempo, tenho outra dúvida. Digamos que eu apostile meu diploma em português – o documento “apostilado” é em que língua? Espanhol mesmo? E por que eu precisaria então da tradução?

    Muito obrigada!

    Abraço,
    Ana

    • Oi, Ana! Tudo bem? Até onde eu sei, o apostilamente é obrigatório, mas deve ser feito ANTES da tradução. No ano passado, entreguei os papéis da nacionalidade e tive que fazer isso: primeiro apostilar e depois levar para o tradutor juramentar. Ou seja, o que esse parágrafo quer dizer é que a tradução -sempre juramentada – não precisa passar pelo apostilamento. Quanto à segunda dúvida, seu documento será apostilado em português. Um abraço e boa sorte!

      • Larissa, obrigada!

        O tradutor juramentado vai traduzir só o diploma depois ou os 2 documentos juntos? O apostilado tem muitas páginas?

        Obrigada novamente!!

        • Oi, Ana! Primeiro você tem que apostilar e depois fazer a tradução. No caso dos meus documentos, o apostilamento está no verso do documento, então o que o tradutor fez foi traduzir os dois lados. Um abraço!

  52. Laura M. Pasquale de Mesquita // 18/09/2018 em 1:22 pm // Responder

    Olá Larissa, tudo bem?
    Se eu entendi direito só devemos providenciar esses documentos, apostilar e depois traduzir com tradutor juramentado, é isso? Não é necessário fazer nenhum processo junto ao Consulado Espanhol, como declaração de valor?
    Obrigada!
    Ps: adoro seu blog e instagram!

    • Oi, Laura! Tudo bem e você? Acho que não entendi sua pergunta. O que não é mais preciso fazer é a legalização, já que esse processo foi substituído pela Apostila de Haia. Ou seja, já não é mais necessário mandar pro Ministério de Relações Exteriores e depois na Embaixada para legalizar um documento. Mas para pedir um visto, você deve continuar apresentando a declaração de ter renda suficiente e todos os outros documentos (incluindo os documentos escolares apostilados) na Embaixada. Um abraço!

      • Laura M. Pasquale de Mesquita // 21/09/2018 em 5:03 pm // Responder

        Larissa, obrigada pela resposta.
        Perguntei, porque para estudar na Itália, além de apostilar e traduzir os documentos escolares, se deve também fazer a Declaração de Valor junto ao Consulado e achei que para estudar na Espanha deveria ser feito o mesmo. Mas agora eu entendi os procedimentos para estudar na Espanha.
        Obrigada!

  53. Bom dia, estou indo estudar na Espanha ano que vem e ou retirar meu visto no consulado do Rj, eles pedem o seguro viagem apostilado. Sabe qual o procedimento ? Qual documento do seguro eu consigo apostilar ? Poderia me dar uma ajuda ?

    • Oi, Ana! Na época em que obtive o visto, não era necessário apostilar nada do seguro-viagem. Uma possibilidade (caso isso seja realmente necessário) seria contratar um seguro espanhol, mas acredito que os preços seja bem mais altos. Um abraço!

  54. Oi,boa tarde,vivo na Espanha e pretendo começar a estudar,o histórico escolar que tenho que trazer do Brasil tem que ser o original ou pode ser uma fotocopia selada por a escola?

    • Oi, Emelly. Quando eu entrei no máster aqui na Espanha, tive que enviar o histórico original, ou seja, assinado pela coordenadora da universidade. Boa sorte!

  55. Muito obrigada pelas informações e consideração de, até colocar o modelo do documento para solicitar na universidade, pq realmente, o pessoal da secretaria é bem perdido com qualquer assunto que fuja da rotina.;-p

    • Oi, Re! Realmente as universidades não estão muito acostumadas e sempre gera dúvida. Espero que seja útil. Um abraço e boa sorte!

  56. Olá! Estou buscando mestrado em Madri e tenho uma duvida como foi o procedimento de reconhecimento de créditos?

  57. Michele Dafonte // 14/04/2019 em 4:44 am // Responder

    Na Universidade em que estou tentando máster pediram esse doc que você mostrou da Metodista ou preencher uma “declaración responsable”(preenchi sem nem pensar mto KKK). Agora o parto está sendo cópia autenticada do DNI… não sei se cartórios fazem, se só apostilam. Pelo que li o consulado faz essa cópia autenticada, mas e o chá de cadeira com tanta coisa pra fazer? 🙁

    • Oi, Michele! O processo é super burocrático, praticamente um teste de resistência. Ânimo, porque vale a pena! Boa sorte!

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Como é morar na Galícia -

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.