Gírias em espanhol – parte 2

Aqui vai a segunda lista de gírias e expressões (a primeira está aqui) – e também algumas curiosidades que aprendi por aqui sobre o espanhol.

Flipar – é mais ou menos surpreender, podendo ser usado tanto no sentido positivo negativo. Você pode dizer que está flipando com alguma coisa ou que determinada coisa flipa (nesse caso, o sentido é: me faz flipar, me surpreende).

Ser pesado – Ser chato no sentido de insistir com alguma coisa. Falamos que uma pessoa é pesada quando, por exemplo, sempre fala dos mesmos assuntos.

Coño – uma dos xingamentos mais comuns por aqui. Digamos que é um equivalente a “caralho”, mas ao invés de se referir ao órgão sexual masculino se refere ao feminino.

De coña – se usa para dizer que alguma coisa é “de brincadeira”, não é verdade.

Me cago en – essa era uma das expressões mais estranhas quando cheguei, mas também acabei aderindo. Eles podem dizer “me cago en la leche”, “me cago en la puta de oros” e até “me cago en Dios”, em momentos de muito stress, rs!

expresiones_leche

Foto: Benjamin Horn/Creative Commons

Mola mazo – se diz que alguma coisa ou lugar “mola” quando é legal, interessante. Como se trata de um verbo, se diz sempre “x mola”, por exemplo, Madrid mola. E mazo significa muito, então quando algo mola mazo é porque é MUITO legal, algo que você adora.

Pavo – a tradução literal é peru, mas se usa a palavra pavo também para falar de dinheiro. Ex. Esta camisa cuesta 20 pavos. Las entradas para el concierto son 30 pavos. Hortera – cafona. Cutre – cafona também.

Sabia que:

– a gramática espanhola aceita o uso das expressões “subir para arriba” e “bajar para bajo”?
– a expressão “a nivel de” também existe, mas só pode ser usada em dois casos: quando se refere a altura e quando se refere hierarquia , como se pode ver aqui.

Em caso de dúvidas, o site da Real Academia Espanhola tem não só a seção dicionário, mas também o dicionário  de dúvidas. Facinho de usar e gratuito! 🙂

Related Post

2 Comentários em Gírias em espanhol – parte 2

  1. Adorei! Eu vivi na América Espanhola e já viajei muito por lá é realmente mudam muito as expressões e até usos gramaticais como o uds e o vs.
    Mas as gírias aqui da Andaluzia são una passada, vamos tía! Jejeje. É um lugar de personagens mesmo essa miarmalandia.
    Abracitos

    • Poliana, que legal! Eu ainda conheço poucos países da América Latina, mas AMO os sotaques e expressões diferentes. Como aprendi espanhol na Espanha, toda vez que viajei pela AL me “zoaram” por usar expressões típicas daqui. Un besito!

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Bolero, as almôndegas mais ‘molonas’ de Madrid | ¡Esto es Madrid, Madrid!

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.