Filmes espanhóis

Provavelmente minha grande paixão pela Espanha começou com Almodóvar. Quando assisti no cinema a “Hable con ella”, me rendi à obra do diretor espanhol mais famoso e foi o início do meu interesse pela língua espanhola. Com o tempo, fui conhecendo toda a filmografia do Almodóvar (que continua sendo um dos meus diretores favoritos) e também outros filmes espanhóis. Decidi fazer uma lista de alguns deles que curti e recomendo, uns mais famosos e outros nem tanto.

A ideia é que essa listinha siga crescendo e, é claro, você também pode deixar suas recomendações nos comentários. Confira também os outros posts sobre temáticas similares: séries em espanhol (ou outros idiomas oficiais da Espanha), livros escritos por espanhóis e latino-americanos e cantores e bandas espanholas.

El silencio de los otros

Sem dúvida, se tivesse que recomendar um único filme seria este. Esse documentário sobre a ditadura espanhola acompanha a história de vítimas da ditadura de Franco que seguem lutando por justiça décadas depois. O filme é super emocionante e uma lição de história imprescindível, especialmente nesse momento estranho que vivemos.

Verano 1993

Único filme da lista em catalão, é um dos melhores que vi nos últimos anos. Um drama muito intenso sobre uma menina órfã que morava em Barcelona e acaba indo viver com os tios em uma cidadezinha do interior. Os medos e bons momentos da infância, o desafio de morar com pessoas que praticamente não conhecia, recomeçar uma nova vida tão pequena… esse filme é lindo, mas prepare o lencinho!

Madrid 1987

David e Fernando Trueba são dois irmãos espanhóis que fazem cinema e são bastante reconhecidos no país. Esta obra de David é de 2011 e narra um encontro de uma jovem estudante de jornalismo e um experiente articulista em uma cafeteria de Madrid para conversar sobre a profissão. Ela, que tem certo fascínio pelo profissional, acaba conseguindo convencê-lo a ir a casa dele para algo mais e eles acabam ficando presos no banheiro.

Pode soar bobo, mas o filme fala bastante sobre as diferenças generacionais dos dois nos anos 1980, além de ter a belíssima trilha sonora da Irene Tremblay, uma das minhas cantoras espanholas favoritas. Além disso, o personagem do articulista é interpretado por José Sacristán, um dos maiores atores vivos da Espanha.

La trinchera infinita (disponível na Netflix Espanha)

Um drama duro e intenso sobre um casal do sul da Espanha quando explode a guerra civil. Como a vida dele corre perigo, os dois decidem escondê-lo em um buraco que há na casa e, com o fim da guerra e início da ditadura, a situação acaba se prolongando muito mais do que o esperado. Grande atuação dos atores principais nesse drama de 2019.

Mientras duermes (disponível na Netflix Espanha)

Um suspense de  para te manter preso no sofá.. Luis Tosar, um grande ator espanhol, interpreta o porteiro de um edifício de Barcelona, que, simpático, conquista todos os moradores. Mas do que ele gosta mesmo é da possibilidade que essa função oferece de entrar na vida das pessoas. Quando chega uma nova vizinha, ele fica obcecado por ela e… o resto só vendo!

Tarde para la ira

Outro filme com o grande Antonio de la Torre (que também está em “Trinchera infinita”), que dessa vez interpreta um homem que acaba de sair da prisão depois de ser o único do seu grupo a ser preso durante um assalto. O desejo dele é voltar a ter uma vida normal, mas as coisas começam a ficar um pouco estranhas.

Diecisiete

Um filme meio sessão da tarde, em que um jovem problemático decide levar a avó, que vive em uma casa de repouso, à cidade natal dela para que possa passar aí seus últimos dias de vida. Para isso, vai contar com a ajuda do irmão, com quem tem uma relação bastante complicada.

Elisa y Marcela

Este é um filme de 2019 sobre a história real de duas jovens que se apaixonam no início do século XX na Galícia. Para poder ficar juntas, uma delas decide se passar por homem. Pessoalmente, não achei um grande filme, mas impressiona ver o quanto as coisas mudaram em um século, embora ainda falte um grande caminho a percorrer.

Caníbal

Outra obra com o grande Antonio de la Torre, que faz o papel de um homem que devora suas vítimas.

Todas las canciones hablan de mí

Um filme meio lado B sobre os encontros e desencontros de um casal em Madrid. Lembro que gostei muito desse filme quando vivi minha primeira história de amor enquanto conhecia mais a cidade. Ideal para quem busca um filme romântico sem ser tão água com açúcar.

La Isla Mínima

Suspense de tirar o fôlego sobre duas jovens irmãs que desaparecem em um pequeno povoado do sul da Espanha. As investigações vão se complicando e os policiais descobrem que um lugar aparentemente pacato pode ter muito a esconder.

Que Dios nos perdone

Antonio de la Torre (sim, ele de novo!) faz o papel de um policial gago e tímido de Madrid que, junto com um colega, começa a investigar o assassinato de uma senhora. Pouco depois, acontece um crime similar, deixando no ar a possibilidade de eles estão lidando com um serial killer. Um ótimo suspense!

Campeones

Esse filme foi um grande sucesso de crítica e público, além de ter sido selecionado para representar a Espanha no Oscar (prêmio que acabou não levando). Na história, um treinador de basquete que se envolve em problemas é condenado pela justiça a dar aulas de forma voluntária em uma escola de um bairro periférico. O que ele não sabe é que o grupo que deve treinar é formado por pessoas com diversidade funcional. Um filme emocionante para ver em família.

Lo que arde

Este filme fez bastante sucesso entre a crítica e ganhou vários prêmios. Rodado na Galícia, narra a história de um homem – que acaba de sair da prisão depois de ter sido preso por envolvimento nas queimadas que costumam acontecer na região – e o seu relacionamento com sua mãe (uma idosa interpretada por uma mulher que nunca havia atuado e que é incrível!) e as outras pessoas do vilarejo onde mora. Um filme lento, com pouco diálogo, mas muito bonito.

Truman

Filme gravado em Madrid e em Amsterdam sobre a amizade de dois homens adultos. Um deles (Ricardo Darín) esconde um segredo e no meio de tudo isso está seu cachorro, o adorável Truman.

Vivir es fácil con los ojos cerrados

Este filme é uma ótima escolha para um domingo à tarde. Javier Cámara interpreta um professor de inglês dos anos 1960 apaixonado pelos Beatles que decide ir a Almería quando o quarteto de Liverpool está participando de uma gravação por lá. Seu objetivo é conseguir encontrar John Lennon, seu maior ídolo, mas a viagem em si acaba se tornando uma adorável aventura.

Vocês têm mais dicas de filmes? Deixem nos comentários!

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notice: Undefined variable: gdprcp_content in /customers/1/f/b/estoesmadridmadrid.com/httpd.www/wp-content/plugins/gdpr-cookies-pro/gdpr-cookies-pro.php on line 275