Mudança de hábitos

2019 foi um ano em que decidi mudar alguns dos meus hábitos por diferentes motivos e queria escrever este post porque algumas dessas mudanças justificam o meu sumiço por aqui. Mas não é só isso! Também queria compartilhar que um dos meus objetivos para este ano é exatamente voltar a blogar mais e falar um pouco desses novos hábitos e como eles mudam um pouco minha forma de me relacionar com a cidade de Madrid, porque acho que isso pode ser interessante especialmente para quem mora ou pensa em morar na cidade.

  •  Fazer atividade física com frequência

Se você está pensando: “poxa, a Larissa não tem o menor jeito de fitness”, você acertou! Mas desde meados de 2018, comecei a deixar o sedentarismo de lado e passei a me mexer. Em um papo com algumas amigas do BLPM, comentei que queria treinar e algumas delas tinham o mesmo plano, por isso decidimos nos juntar e contratamos uma personal para treinar uma vez por semana em um parque de Madrid. Depois de alguns meses, desistimos porque era complicado organizar a agenda das três. Deixei esse plano de treinar de lado até que no final daquele ano tive uma forte contratura muscular na região cervical que me fez sofrer por dias e me levou ao hospital. Nesse momento, acendeu um alerta e decidi voltar a me mexer.

Cem acessos na academia!

Na empresa em que trabalho, eles tinham feito uma parceria com o Andjoy, um app que te permite treinar em várias academias afiliadas pagando um preço fixo por mês. Tudo isso com a vantagem de ter um preço mais bacana para os funcionários da empresa. Decidi me cadastrar e, desde então, tenho feito Pilates e Treinamento Funcional, além de massagens com uma osteopata. Em um post futuro, conto mais das vantagens e desvantagens do Andjoy, mas se você pode usufruir do serviço deles com desconto, eu acho que vale a pena!

  • Reduzir o consumo de carne

É impossível ler as notícias e não se preocupar com a situação do planeta. No Réveillon de 2019, minha irmã e o namorado vieram a Madrid e meu namorado quebrou a cabeça pensando em uma ceia vegetariana, já que os nossos convidados não comem carne. No final, não foi tão difícil e os pratos ficaram deliciosos! Foi aí que pensamos: por que não reduzir o consumo de carne (já que sermos vegetarianos ainda não está nos planos)? Foi isso o que fizemos e desde o começo de 2019 estamos consumindo carne só aos finais de semana e em viagens. No começo, meu corpo estranhou um pouco, mas depois de algumas semanas já estava super acostumada e sem sentir falta de carne. Por isso, alguns posts sobre restaurantes vegetarianos também devem surgir por aqui. Abaixo, pizza vegetariana feita em casa 🙂

 

Ver essa foto no Instagram

 

Mi primera pizza hecha en casa, acompañada de la IPA de @cerveceriaw , regalo de @beerhuntermx.oficial que vino desde México

Uma publicação compartilhada por Be My Beer (@bemybeerblog) em

  • Usar a bicicleta como meio de transporte

Eu já vinha usando a bicicleta pública para fazer alguns passeios ocasionais, mas desde que mudei para um bairro mais próximo ao centro com uma estação da Bicimad por perto, decidi adotar a bicicleta em vários percursos da minha rotina. A volta do trabalho à casa é sempre de bike, exceto nos dias de chuva. O principal motivo foi a sustentabilidade, mas economicamente também vale a pena. Além disso, descobri que é uma delícia pensar na vida enquanto pedalo!

Pedalando no verão

Pedalando no inverno e com máscara para evitar a poluição

  • Ler outros meios de comunicação

Apesar do pouco tempo livre, adoro ler e tento sempre estar de olho nas notícias, mas andava meio cansada da abordagem de sempre. Há algum tempo, um amigo comentou sobre o jornal mensal El Salto e desde que li pela primeira vez, adorei e decidi assinar. Recomendo muito para quem quer ler notícias interessantes sobre temas sociais, política, economia, questões de gênero, etc.

Além disso, adoro ler o blog (em inglês) Madrid No Frills, que aborda a cidade de uma ótica humanizada. 

Planos para 2020

  • Consumir de forma mais responsável

Evitar grandes marcas, supermercados, franquias e também evitar fazer compras aos domingos. Ir ao pequeno comércio, evitar plásticos e entrar para uma cooperativa de consumo são os objetivos para 2020. Se você ainda não conhece o projeto do mercado cooperativista La Osa, recomendo dar uma olhada. Também adoro essa lojinha de shampoos, sabonetes e produtos de limpeza naturais!

Além disso, quero reduzir o consumo de fast food e evitar pedir comida em plataformas como UberEats e Glovo, bastante criticadas pelas condições de trabalho. No lugar delas, há novos serviços bastante interessantes, como La Pájara/Coopcycle y Refusion Delivery, esse último especializado em levar para sua casa comida feita por chefs refugiados. 

  • Usar o coletor menstrual

Comprado, só falta testar. Alguém aí já usou?

  • Estudar de verdade

Em 2018, voltei a estudar francês.  Levei o curso bem “malamente”, como diria Rosalía, e não ando numa fase muito inspirada, por isso preciso criar o hábito de levar o curso mais a sério, ler mais em francês, ouvir música, ou seja, adotar uma rotina de estudar também fora da sala de aula. Dicas para isso?

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notice: Undefined variable: gdprcp_content in /customers/1/f/b/estoesmadridmadrid.com/httpd.www/wp-content/plugins/gdpr-cookies-pro/gdpr-cookies-pro.php on line 275