Por que morar na Espanha?

Vocês sabiam que mais de 10% das pessoas que moram na Espanha são estrangeiras? No final do ano passado, cerca de 4,9 milhões de estrangeiros moravam legalmente na Espanha em uma população total de cerca de 46 milhões de pessoas. Isso sem contar os imigrantes ilegais…

Desses mais de 4 milhões de estrangeiros residentes na Espanha, quase um milhão é da Romênia, 770 mil de Marrocos, 275 mil britânicos, 217 mil italianos, e equatorianos e chineses aparecem quase empatados na quinta posição. O Brasil não aparece entre os 15 primeiros.

Mas por que tanta gente escolhe a Espanha como destino para morar? Quais são as vantagens (e desvantagens) da Espanha para quem é imigrante aqui? Escrevo com frequência no blog sobre a minha visão pessoal como imigrante na Espanha, mas sempre tive curiosidade para saber os motivos pelos quais pessoas de outras nacionalidades, idades, nível socioeconômico e formação escolar diferentes da minha escolhem a Espanha para morar e foi então que dei de cara com esse estudo super interessante da InterNations que mostra a visão do mundo através dos olhos dos expatriados.

Aqui no blog sempre dou a minha visão de imigrante

Aqui no blog sempre dou a minha visão de imigrante

E o resultado é bem revelador! A Espanha aparece como sexto principal destino das pessoas que emigraram e como um “destino dos sonhos”, ou seja, aquele lugar para onde elas planejaram viver por questões pessoais –e não profissionais.

country_report_spain

No ranking de melhor país estrangeiro para morar, a Espanha aparece só na posição 30. O ranking leva em conta diversos aspectos, como qualidade de vida, facilidade para se estabelecer (facilidade do idioma, para fazer amigos), finanças pessoais, vida em família e trabalho (segurança no trabalho, estabilidade). Em praticamente todas as categorias, a Espanha perdeu posições em relação à pesquisa do ano anterior.

Levando em conta apenas a qualidade de vida, a Espanha fica com a sexta posição, destacando-se por suas opções de lazer, transporte e turismo, saúde, segurança e bem-estar e felicidade pessoal.

No quesito facilidade para se estabelecer, a Espanha fica em 19º lugar, com destaque para “facilidade em se sentir bem-vindo” e fazer amigos.

Quando se fala em vida em família, a Espanha fica no 12º lugar, o que demonstra que aqui pode ser um bom lugar para criar as crianças. Já no custo de vida, a Espanha ocupa a 21ª posição.

Mas os setores em que meu país adotivo se dá MUITO mal são os seguintes: trabalhar no exterior, fica na 59ª posição de 64, ou seja, um dos últimos. A situação é similar à de finanças pessoas, quando fica na 58ª posição. Ou seja, vir para trabalhar, ganhar dinheiro e ter uma carreira é uma furada por aqui, exceto se você já tiver um emprego garantido.

No geral, 85% dos estrangeiros que moram aqui estão satisfeitos, mas é importante ficar atento a duas coisas. A primeira é que a maioria dos estrangeiros que respondeu essa pesquisa e mora na Espanha são britânicos, americanos e alemães – nacionalidades muito conhecidas por adotarem a Espanha como “lar” na aposentadoria, quando já não precisam trabalhar. De fato, os motivos pelos quais as pessoas que responderam a pesquisa escolheram a Espanha foram o clima e o custo de vida. Ou seja, ninguém vem aqui procurar emprego e sim curtir a terceira idade com bom tempo e sem gastar muito – lembrem-se que as aposentadorias no norte da Europa são altas.

Segurança é um dos pontos positivos - voltar da balada a pé é muito bom!

Segurança é um dos pontos positivos – voltar da balada a pé é muito bom!

Outra coisa que reforça essa teoria é o fato de que a média de idade dos expats que moram aqui é de 43 anos, enquanto a média de toda a pesquisa é de 40. Além disso, 14% dos expats que moram na Espanha e responderam a pesquisa são aposentados, enquanto a média do estudo é de apenas 5%.

O que os imigrantes disseram sobre a Espanha de positivo? Que amam a vida social, o estilo de vida e o fato de serem convidados para todas as fiestas (quem não adora?). Já o que eles disseram não gostar é que existe um pessimismo entre as pessoas devido à crise financeira.

Fiestas, paixão adotiva

Fiestas, paixão adotiva

Outros pontos interessantes:

– 73% dos imigrantes que residem aqui consideram o sistema de saúde espanhol bom.

– 76% consideram o sistema de saúde acessível.

– 87% dizem que a Espanha  é um país pacífico e seguro.

– apenas 15% acham que a estabilidade política é muito boa (no mundo, a média é de 34%). Ou seja, os problemas políticos não acontecem só no Brasil.

Política também é problema por aqui e, ainda por cima, vivemos em uma monarquia

Política também é problema por aqui e, ainda por cima, vivemos em uma monarquia

– 58% avaliam a economia espanhola como negativa.

– Além dos 14% de aposentados, 21% trabalham só meia-jornada. A média de horas de trabalho por semana entre os expats na Espanha é de 37,8. No mundo, é de 42 horas.

– 77% disseram que não é difícil se estabelecer (socialmente na Espanha).

– 79% dizem que é fácil se adaptar à cultura local.

-58% dizem que não é difícil fazer amigos.

– 51% disseram que seus filhos falam espanhol.

– Apenas 10% disseram que a educação é muito boa – a média global é de 20%.

Só para “provocar” discussão, no ranking global de melhores países para morar sendo estrangeiro, o Brasil aparece apenas na posição 57 – de 64 países!

E aí, quem concorda com o estudo?

Related Post

12 Comentários em Por que morar na Espanha?

  1. Oi Larissa como vai, primeiro parabens pelos comentarios,ajudam muito.
    Larissa atualmento estamos morando em Orlando, Fl, eu meu marido e filho, estamos aqui ha um ano, meu marido e meu filho tem cidadania italiana, porem quando viemos pra ca, pensamos em ter uma vida mais tranquila, mas aqui nao e facil montamos uma loja e estamos trabalhando muitooooo….., meu marido ja tem 54 anos e temos empresas no Brasil na qual nao precisamos mais de tanta correria entedeu,gostaria de perguntar a voce, qual a cidade do sul da Espanha melhor para morar com crianca, e qual o nivel das escolas(publicas e particulares) sao boas. Muito Obrigada.

    • Oi, Joyce! Ainda não conheço o sul da Espanha e acho bem difícil comparar uma cidade que conheço só a turismo e uma cidade onde vivo. Também não posso falar da educação infanto-juvenil porque não tenho filhos. Recomendo que você busque blogs de brasileiros que moram nesta região ou grupos do Fb que costumam ser ótimos para tirar essas dúvidas. Obrigada pelo comentário! Um abraço

  2. se possível me explique sobre livro de família quero entender qual a importância em tê-lo obrigada

  3. Luciana Gasparini // 17/10/2016 em 8:25 pm // Responder

    Ei, Larissa, tudo bom?? Meu nome é Luciana, faço medicina no Brasil e pretendo fazer minha residencia medica na Espanha (MIR), pra depois me estabelecer no pais. Sou cidade italiana, e pretendo morar na Espanha/Europa o resto da vida. Você sabe me dizer como esta a facilidade profissional para médicos especialistas (especializados ai mesmo, e nao aqui no Brasil)???

    Obrigada!
    Luciana

  4. Olá Larissa. tudo bem?
    Então… eu moro em São Paulo – Brasil. Estudo Educação Física, e gostaria muito de ir morar na Espanha, e dar continuidade nos estudos, e obter maior qualidade na aprendizagem. Minha tia que é Brasileira, mora na Espanha em Gijón, eu gostaria de morar próximo dela ou de um lugar bom e com uma escola onde eu possa estudar pos graduação, e sendo um lugar simples mesmo sabe? Sou de uma familia simples porem penso grande, mas as condições de moradia gostaria que me indicasse algo simples e perto de uma boa Escola.
    Desde já Obrigado

    • Oi, William! Tudo bem e você? Minha dica é: foque primeiro nos estudos (acesso à universidades, visto de estudos) para depois pensar na residência, já que aqui é relativamente fácil encontrar apartamentos para dividir, especialmente em regiões universitárias. Como não conheço Gijón, não posso te dar dicas sobre lá. Abs!

  5. olá. Tenho uma filha de 14 anos e uma de 20. A de 20 esta estudando em SP , meu marido é aposentado e estamos procurando um pais para mudar. Pensamos na Espanha. Gostaria de saber o que vc sente por ai com relação a adolescentes. O colegial é bom, há faculdades boas> vc comentou que para trabalhar nao é bom….muito obrigada!

  6. Olá Larissa tudo bem? Larissa sou casada e tenho uma filha de 3 amor e uma 11 anos, estamos pensando em ir morar em Múrcia meu esposo tem parentes lá. Gostaria de saber sobre empregos lá qual é o índice de empregos na cidade…e a respeito de estudos, para as crianças se adaptarem a nova língua…o que vc sugere? Obg

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.