San Isidro, padroeiro de Madrid

(Post atualizado em maio de 2019)

Finalmente chegou uma das minhas épocas preferidas do ano: as Festas de San Isidro, padroeiro da cidade de Madrid! Apesar de eu não ser religiosa, adoro essa celebração porque é exatamente o momento onde todos os madrileños, sejam os nascidos aqui ou os de coração, demonstram todo seu amor pela cidade!

Fachada do Museu de San Isidro

Fachada do Museu de San Isidro

Para saber um pouco sobre sua história, visitei o Museu de San Isidro, no bairro de La Latina. O museu é legal não só porque conta a história desse personagem tão importante da cidade, mas porque foi ali onde Isidro morou durante anos e é onde está até hoje o poço original que deu origem a um dos milagres de San Isidro: quando seu filho Ivan caiu no poço, Isidro fez as águas subirem e pode resgatá-lo de lá.

san_isidro_2

A casa-museu conta a história de San Isidro e também a história da origem de Madrid, remontando à pré-história. Também é possível ver alguns quadros e imagens do santo e de sua esposa, Santa Maria de la Cabeza (que, como indica o próprio nome, também foi santificada). Em muitas representações, San Isidro aparece junto aos animais, já quer era labrador.

san_isidro_3

Os grandes destaques do Museu, para mim, são a Capela, construída no século XVII e que seria o lugar onde efetivamente morou e morreu San Isidro; e o pátio, que apesar de ser pequeno, é belíssimo.

san_isidro_5

Foi construído no início do século XVI com estilo renascentista e nele se pode ver (na parte superior), estátuas dos santos da casa. Há alguns animais espalhados pelo ambiente e um deles é um urso que estava instalado na Plaza de Cibeles e que jorrava água potável, a qual era consumida pelos madrilenhos.

san_isidro_6

Se o seu passeio por Madrid inclui La Latina – e deveria incluir, nem que seja só para comer um pintxos no Txirimiri, passe por lá. O museu estava praticamente vazio quando fomos e você pode sentar aí no pátio para descansar um pouco. O Museu está a uns 10 minutos de caminhada da Plaza Mayor.

Serviço: o museu funciona de terça a domingo, das 9h30 às 20h, exceto em agosto, quando fecha às 14h30 durante a semana. A entrada é gratuita. Endereço: Plaza San Andrés, 2 (metrô La Latina).

Mas e a festa?

Tem muita coisa acontecendo na cidade desde o final de semana passado, mas na agenda do mês eu falei sobre meus favoritos. Abaixo comento um pouco sobre as tradições desta época:

1- Plaza de las Vistillas

Uma das maiores tradições da festa são as apresentações que acontecem na Plaza das Vistillas, com músicas típicas, apresentações e muita gente usando as roupas de chulapo e chulapa, os personagens clássicos de Madrid. E quando eu digo muita, eu me refiro tanto a crianças como idosos, por isso, pegue sua flor vermelha ou sua boina branca e preta e venha pra cá. Nesse dia, os bares colocam barras do lado de fora e atendem os clientes na rua! Aproveite o bom tempo para tomar muito “tinto de verano” e comer o bocadillo de calamares.

Foto: Alex Bikfalvi (Creative Commons)

Foto: Alex Bikfalvi (Creative Commons)

2- Pradera de San Isidro

Muita música, barraquinhas de comida, desfile de bonecos com cabeças enormes (estilo Olinda), missa… tem de tudo nessa festa, até distribuição gratuita de cocido madrileño!! A Pradera está próxima à estação Marques de Vadillo e a entrada é aberta.

Foto: mi) (Creative Commons)

Foto: mi) (Creative Commons)

3- Fogos de artifício (no Parque Tierno Galván)

Sem dúvida, meu momento favorito. Sempre me emociona o show de fogos, luzes e música, mas não espere nada estilo Ano Novo no RJ! Antes os fogos aconteciam no Retiro, mas  será desde 2019 são no Tierno Galván. Haverá queima de fogos nos dias 14 e 15, às 22:30.

A programação completa está aqui.

2 Trackbacks & Pingbacks

  1. As melhores regiões da Espanha para morar -
  2. Feriados de Madrid em 2016

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notice: Undefined variable: gdprcp_content in /customers/1/f/b/estoesmadridmadrid.com/httpd.www/wp-content/plugins/gdpr-cookies-pro/gdpr-cookies-pro.php on line 260