12 livrarias de Madrid imperdíveis

Os madrilenhos adoram ler e é bem comum ver o pessoal no transporte público com seu livro, tablet, revista ou jornal nas mãos. Tanto é que Madrid é a comunidade espanhola em que mais se lê: 72% da população disse ler um livre nos momentos de lazer. Por isso, decidi reunir 12 livrarias imperdíveis que adoro!

Algumas aparecem na lista porque são especializadas, outras pela variedade, mas em todas você vai encontrar um atendimento gentil e ótimas recomendações.

Romance, ensaio, terror, cinema, poesia, livros infantis, HQs, usados, sobre sociologia, feminismo, livros em português… não importa o gênero porque neste post tem de tudo.

A Punto

Muito mais do que uma livraria, esse espaço é uma declaração de amor à comida. Aqui acontecem cursos gastronômicos e você também pode encontrar acessórios para cozinhar e livros sobre gastronomia, seja ela espanhola ou internacional, clássica ou moderna, “tapas” ou super elaboradas. 

Um ótimo lugar para comprar um presente para quem adora se arriscar na cozinha!

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by A Punto (@apunto)

Calle Farmacia, 6, bajo. Metrô: Tribunal ou Chueca.

La Casquería

O Mercado de San Fernando, em Lavapiés, conta com essa livraria muito especial por motivos. O primeiro dá para perceber de cara: sua decoração como se fosse uma banca a mais do mercado! O segundo está no fato de que vende livros (usados) por peso. E o terceiro está no fato de ser um projeto colaborativo que tem como objetivo oferecer cultura a um preço acessível.

 

Calle de Embajadores, 41. Metrô: Embajadores ou Lavapiés.

Grant Librería

Uma das mais novas da lista, a Grant é uma livraria agradável que compartilha espaço com a Swinton Gallery. Além de livros sobre os temas mais diversos, como HQ, ensaio, LGBTQI, artes; eles também vendem fanzines, postais, bolsas de tecido, jogos, mapas, etc.

Foto: Instagram

Calle Miguel Servet, 21. Metrô: Embajadores.

Librería Mujeres

Esta livraria, em pleno coração de Madrid, é uma parada imperdível (para as feministas). Muito mais do que uma livraria, é um centro de encontro que promove bate-papos e apoia as mulheres que trabalham com produção literária e cultura. Além dos livros de e sobre mulheres, você vai encontrar agendas e outras coisas bem fofas. 

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Librería Mujeres (@lib_mujeres)

Recomendo assinar a newsletter para ficar por dentro dos eventos (muitos online atualmente)

Calle San Cristóbal, 17. Metrô: Sol.

Molar Libros y Discos

Esta loja é uma das muitas que fazem da rua Ruda um lugar imperdível em La Latina. Como o próprio nome indica, além de livros, você também pode encontrar discos. Eles têm bastante coisa de HQ e novelas gráficas e a vitrine sempre tem coisas tão interessantes que é impossível resistir.

Calle Ruda, 19. Metrô: La Latina. 

Ocho y medio 

Para os amantes do cinema, uma parada obrigatória. Localizada diante de dois dos cinemas mais tradicionais de Madrid, na “Calçada da Fama“, está essa livraria especializada na sétima arte. Livros sobre obras, biografias de atores, diretores, ensaios sobre o cinema, obras sobre fotografia cinematográfica… aqui tem de tudo. E eles também organizam eventos com escritorxs e diretorxs quando há um lançamento de filme ou livro.

Foto: Instagram

Além disso, eles têm uma cafeteria e algumas mesinhas na calçada. Uma boa para tomar algo antes ou depois do cinema.

Calle Martín de los Heros, 11. Metrô: Plaza de España.

Panta Rhei

Uma das minhas queridinhas em Madrid, essa livraria tem tudo que você precisa quando o assunto é HQ, novela gráfica, manualidades, desenho, etc. Com quase 21 anos de história, desde o ano passado as fundadoras da Panta Rhei também passaram a oferecer oficinas, voltadas a jovens a partir dos 16 anos e adultos.

Foto: Divulgação

Calle Hernán Cortés, 7. Metrô:  Tribunal ou Chueca.

Pasajes

Já comentei sobre esta livraria em um dos primeiros posts do blog. A Pasajes é uma livraria recomendada especialmente para quem busca livros em outros idiomas. Eles têm tanto livros para quem está aprendendo outras línguas quanto obras de literatura em inglês, francês, italiano, português (a maioria de Portugal) e outros idiomas. 

Calle Génova, 3. Metrô: Alonso Martínez.

Traficantes de Sueños

Muito mais que uma livraria, a Traficante de Sueños é um espaço de aprendizado e intercâmbio. Livros sobre assuntos como política, sociologia, feminismo, economia, psicologia e gênero são o forte dessa livraria, que costuma promover muitos eventos (agora não tantos, por conta da pandemia) com escritorxs e pensadorxs.

Além disso, eles também organizam cursos super interessantes sobre esses assuntos e que também estão disponíveis online. Vale a pena incluir o mailing para ficar por dentro de tudo.

Foto: Instagram

Calle Duque de Alba, 13. Metrô: Tirso de Molina ou La Latina.

Tipos Infames

Esta livraria de Malasaña é um dos imperdíveis do bairro, já que conta com uma cafeteria/enoteca bem agradável. Eles são ótimos com as recomendações e bem solícitos.

Além disso, bem em frente dessa livraria está sua “irmã mais nova”: Menudos Infame, um espaço dedicado às HQs, novelas gráficas e também aos livros infantis e juvenis.

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Tipos Infames. Libros y Vinos (@tiposinfames)

Calle San Joaquín, 3. Metrô: Tribunal. 

Las Tres Catorce

Descobri esta livraria há pouco tempo e me apaixonei. É impossível resistir à vitrine, que se nota que é montada com cuidado e carinho. Nas estantes, livros usados em ótimas condições e com bons preços e também alguns produtos de papelaria, ilustrações, xícaras. Tudo com encanto!

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by La tres catorce no sólo libros (@latrescatorcenosololibros)

Calle García Paredes, 25. Metrô: Iglesia ou Canal.

Tres Rosas Amarillas

Para fechar a lista, incluo esta livraria que considero uma visita obrigatória em Malasaña, queira você ou não comprar um livro, porque é um espaço com uma decoração especial. Eles são especializados em livros pop-up e também vendem móbiles e abajures de papel.

Não se engane pensando que é uma livraria infantil, porque é impossível sair de lá sem ficar encantado (independentemente da sua idade).

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Librería Tres Rosas popup book (@tresrosasamarillas)

Apoio às livrarias independentes e o Dia das Livrarias 

Essas são só algumas das muitas livrarias independentes de Madrid, pequenos comércios de bairro que, mais do que nunca, precisam do nosso apoio para seguir adiante neste momento de crise. Celebre o Dia das Livrarias (13 de novembro) comprando um livro na sua livraria favorita e aproveite os 5% de desconto que várias delas irão oferecer.

Se você mora em uma cidade confinada ou não pode/não quer sair de casa nesse momento tão delicado, você pode fazer sua compra através do site Todos tus Libros, uma iniciativa da Confederação Espanhola de Grêmios e Associações de Livreiros que funciona como ponte entre os leitores e quase mil livrarias de todo o país.

Se você está em busca de recomendações, confira o post sobre livros de autora/es espanholas/espanhóis que curti.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notice: Undefined variable: gdprcp_content in /customers/1/f/b/estoesmadridmadrid.com/httpd.www/wp-content/plugins/gdpr-cookies-pro/gdpr-cookies-pro.php on line 275