TOP 5: o que fazer em Sevilha

Demorei muito para ir à Andaluzia, mas me rendi aos encantos do sul da Espanha. Que lugar lindo!! Estive em Sevilha (ou Sevilla, para os mais íntimos) em junho  para rever minha host family americana, que estava na cidade para o casamento da irmã da minha hostmom, mas é claro que aproveitei para passear e conhecer um pouco da cidade. Como não sou nenhuma expert, decidi fazer um TOP 5 de Sevilha bem básico e contei com a ajuda de alguém que conhece bem a cidade: a Poliana, do blog Comendo Chucrute com Salsicha.

sevilha praca de espanha

Esses são os 5 lugares básicos que você deve visitar se for passar dois dias na cidade, mas a verdade é que Sevilha oferece muito mais e eu já estou morrendo de vontade de voltar! Minha dica: antes de começar o passeio pela cidade, visite um dos pontos de informação turística para pegar um mapa da cidade. Há um bem perto do Alcázar e da Catedral.

1- Real Alcázar de Sevilha

Para mim, o Alcázar de Sevilha (castelo ou palácio fortificado) foi o ponto alto da viagem porque é um lugar simplesmente magnífico. Sua história começa no século VIII e o espaço, enorme, tem construções de diferentes épocas, que misturam distintos estilos. Mas é claro que, como acontece em grande parte do sul da Espanha, a predominância é do estilo mudéjar.

sevilla abre

São diversas salas e quartos, mas o grande destaque são os jardins e pátios, simplesmente deslumbrantes, especialmente este das fotos abaixo, o Pátio das Donzelas.

alcazar sevilha

alcazar sevilla

Eu poderia ficar horas falando da beleza e da grandeza desse lugar, mas acho que as fotos falam por si. E olha que eram do celular porque justo quando chegamos lá, a bateria acabou. O ingresso custa 9,50€ (sem incluir a visita ao Quarto Real, que custa mais 4,50€, mas estava fechado quando fomos) e vale cada centavo.

sevilla jardim

Se você pensa em visitar o Alcázar e a Catedral, uma boa opção é fazer uma visita guiada (disponível em espanhol), que tem a vantagem de furar as filas. Se você prefere ir por conta própria, pode consultar os horários e outras informações no site oficial – e não deixe de comprar o ingresso de forma antecipada porque as filas são enormes.

jardim sevilha

2- Plaza de España

Caminhando pelo Parque Maria Luisa, demos de cara com ela, uma das praças mais lindas do mundo – na minha modesta opinião. Eu devia ter gravado minha reação porque fiquei de boca aberta e totalmente impressionada com esse lugar, que não só parece como já foi cenário de muitos filmes.

praça de espanha

praca de espanha

A construção principal da praça, criada para Exposição Iberoamericana de 1929, de tem um formato semi-elíptico com duas torres nas pontas e tem esse canal que oferece passeios de barcos a remo por 6€ (35 minutos) ou por 12€ num barco a motor (15 minutos).

barco plaza de espanha

plaza de espana

A praça é cheia de simbolismos: ela é aberta no sentido do rio, como se estivesse olhando para a América. Além disso, há azulejos de todas as províncias da Espanha e é super comum ver os turistas tirando uma foto da sua região de origem (ou de adoção, né?).

plaza de espana sevilla

3- La Giralda

Já imaginou uma cidade onde o grande destaque não seja sua catedral e sim o campanário da mesma? Isso é o que acontece com Sevilha e sua famosa “Giralda”, que chegou a ser uma das torres mais altas da Europa na época em que foi construída. De fato, sua construção começou no século XII e apenas no século XVI ela ganhou a forma atual, já com os sinos e a escultura que gira de acordo com o vento (daí o nome giralda, que vem de girar).

catedral de sevilla

Infelizmente, deixamos a visita para o domingo de manhã, quando ela está fechada. Mas pudemos entrar em parte da catedral, que é bastante bonita. A entrada custa 9€.

giralda

4- Metropol Parasol ou Las Setas (os cogumelos) de Sevilla – por Poliana!

Considerada uma das maiores estruturas de madeira do mundo, é um ícone da arquitetura de Sevilha, por tratar-se de estilo vanguardista contrastando com o entorno. É uma obra do arquiteto alemão Jürgen Mayer-Hermann, que ficou concluída em 2011, cujas dimensões são de 150 x 70 metros além de seus 26 metros de altura. A sua forma realmente lembra a de cogumelos e do seu piso superior (cuja visita é paga e custa 3 euros) se tem uma visão linda do centro histórico. No subsolo se encontram ruínas romanas que podem ser visitadas, além de lojas de suvenires.

Foto: Poliana (Comendo Chucrute com Salsicha)

Foto: Poliana (Comendo Chucrute com Salsicha)

Como se pode imaginar, a obra foi cercada de polêmicas desde o ponto de vista estético pela conservadora sociedade sevilhana, e mais recentemente, com a mudança de governo, literalmente chegou a conta para pagar e isso gerou ainda mais revolta. Mas, longe destas divergências, o Metropol Parasol é lindíssimo e merece ser visto.

mirante sevilha
Ele é adaptado a PNEs, tendo elevadores e escadas rolantes. No piso central e térreo acontecem diversas atividades de lazer e culturais por lá quase sempre, sobretudo no final de semana. E na Semana Santa é trajeto de muitas procissões.
De lá saem os incríveis passeios de realidade virtual do Past View Sevilla  e cuja visita em descrevi neste link. Super recomendo.
A visita ao Metropol Parasol vale muito a pena tanto de dia como de noite, e se você não subir não precisa pagar. Mas ver um por do sol lá de cima é impagável.

metropol parasol

Além disso, é bem fácil chegar lá. Pois a praça da Encarnación (onde está localizado) além de ser bem central é um corredor importante de ônibus. O seu entorno é cheio de bares e restaurantes com uma variedade incomum de especialidades: além das tapas habituais, ali na praça tem restaurante italiano, japonês, indiano e argentino. Para Sevilha é incrível!

Foto: Poliana (Comendo Chucrute com Salsicha)

Foto: Poliana (Comendo Chucrute com Salsicha)

De lá a uma pequena caminhada (1,1 km) fica a famosa Calle Feria onde tem uma feira de antiguidades que às 5 horas bomba de gente. Não longe dali (1,1 km), caminhando, se acessa facilmente outra zona de interesse que é chamada Alameda de Hércules, com muitos bares, restaurantes, cinemas, centros culturais e uma vida noturna muito viva o ano todo com uma cena mais alternativa do que a igualemente concorrida zona do lindíssimo Paseo Colón. O Paseo Colón fica de frente para o Rio Guadalquivir e também dá para chegar caminhando desde o Metropol, mas aí a pernadinha é maior tá (1,5 km)? E já que está animado para caminhar, que tal ir até o Museo de Bellas Artes que é a 3a maior pinacoteca do país, está em um prédio lindíssimo e fica a caminho do Paseo Colón (850 m) e cuja visita descrevi neste link?
E aí, se animou em colocar o Metropol Parasol, Setas no seu roteiro por esta que é uma das cidades mais lindas da Europa? ☺ Desfrute.

5- Santa Cruz e Triana

Esses são dois dos bairros que você não pode perder em sua visita a Sevilha porque são um charme. Enquanto Santa Cruz está bem no centro histórico e é bastante turístico, Triana está do outro lado do rio e é mais autêntico.

Bairrro de Santa Cruz

Bairrro de Santa Cruz

Para mim, ambos devem ser parada obrigatória por sua arquitetura e ambiente, cheios de bares e restaurantes.

sevilla barrio judio

sevilha arquitetura

Como expliquei lá no início, essas são as dicas básicas de quem passou menos de 48 horas na cidade. Se você conhece bem Sevilha, deixe suas dicas nos comentários porque com certeza eu irei voltar em breve!

E se preferir fazer um passeio guiado ou até conhecer a cidade de uma forma diferente, como um tour de bicicleta, um tour de tapas ou até tour noturno, confira as opções oferecidas pelo nosso parceiro Civitatis.

9 Comentários em TOP 5: o que fazer em Sevilha

  1. estava bem querendo tuas impressões de Sevilla e chegou na hora certa.
    daqui 10 dias vou ao sul da espanha com a minha mãe.
    adorei o post! 🙂

    • Ebaaa! Você vai adorar, com ctza! Vc viu a dica do apto? Acho uma boa opção tb (e no prédio tem apes maiores e menores).

  2. Ay miarma como echo de menos a mi querida Sevilla 🙂 Adorei o post, obrigada pela oportunidade da participação especial.

  3. Muito legal suas dicas, realmente é um lugar lindo.

  4. Suas dicas de Sevilha chegaram na hora certa! No comecinho de outubro estarei por aí e tomei a decisão de visitar essa cidade e ficar uns dias (além de Madrid primeiro), depois que ví umas fotos da Plaza de Espanha e achei maravilhoso!
    Já estou montando o meu roteirinho para as duas cidades, pois semana que vem é hora de zarpar!

  5. Muito obrigado pelas dicas de viagens. O seu site é excelente!

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Bikemagazine – Os melhores lugares para pedalar na Espanha

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.