Como sobreviver ao verão de Madrid?

Há dias, as temperaturas chegam aos 40 graus em Madrid e eu já começo a achar que essa cidade tem o clima mais inóspito do mundo e que os madrilenhos são sobreviventes dessa bola de fogo, porque não está nada fácil. Para quem acha que é brincadeira só digo que o clima deve continuar assim por pelo mais duas semanas e que o nível de umidade é de cerca de 13% – média digna de deserto!

Para aliviar o calor, dou algumas dicas já bastante conhecida entre os madrileños, mas que podem ser fundamentais aos “recém-chegados”.

– Hotel com ar-condicionado.
Se você vem a Madrid entre a segunda quinzena de junho e a primeira de setembro, não esqueça de perguntar se o hotel onde você se hospedará tem ar-condicionado. Se não tiver, você terá sérios problemas em dormir à noite e isso significará muito cansaço durante o dia.

– Beba muita água.
Como faz muito calor e o clima é seco, você vai sentir muita sede. Ande sempre com uma garrafinha de água para não desidratar e não esqueça de molhar o rosto, a nuca e esses pontos que ajudam a se sentir mais fresco. Uma das vantagens de Madrid é que a água da torneira é potável e gostosa, então aproveite para encher a garrafinha por aí – inclusive em algumas fontes, exceto quando haja uma placa avisando do contrário.

– Passe protetor solar.
O sol queima e muito, das 8h da manhã até às 22h da noite, por isso é recomendável levá-lo na bolsa também.

Kit de sobrevivência no verão madrileño

Kit de sobrevivência no verão madrileño

– Use protetor labial e hidratante.
Como o clima é muito seco, sua pele vai se ressentir. O protetor labial é fundamental porque senão você vai ter sempre aquela sensação de secura na boca.

– Use o leque.
Se você acha que isso é coisa de vó, venha a Madrid no verão que você descobrirá que está muito enganado! O leque não é meramente decorativo por aqui e o pessoal usa mesmo. Tem dias que não ajuda muito porque o ar está tão quente que o leque não ajuda a refrescar, mas no fim de tarde ele é ótimo!

– Use chapéu/boné.
Outro item bastante usado por aqui e fundamental para encarar as horas de mais sol, das 12h às 16h.

12537_480194408740284_2014321912_n

– Curta os parques.
Madrid tem parques incríveis e você pode – e deve -abusar deles no verão, já que as temperaturas costumam ser mais baixas e sempre há uma sombra para se esconder e descansar. Se você só conhece o Retiro, saiba que há muitos outros parques bacanas na cidade e que costumam ser menos concorridos.

Parque do Retiro no verão

Parque do Retiro no verão

– Fuja para a piscina mais próxima.
Madrid conta com várias piscinas públicas que podem ser usadas também por turistas e com preços acessíveis (5€ durante a semana e 6€ aos finais de semana). Além das piscinas públicas, há alguns bares que possuem piscinas acessíveis para seus clientes, como é o caso do Balcony, que tem uma piscina panorâmica no topo do hotel Innside Madrid Suecia.

Piscina panorâmica do Balcony

Piscina panorâmica do Balcony

– Adote a siesta.
No verão é possível entender o porquê da existência da siesta: é impossível fazer qualquer coisa a céu aberto das 14h às 16h30 e se sentir bem. Por isso, aproveite esse horário para descansar! Muita gente pode pensar que é perda de tempo, mas lembre-se de que nessa época o sol brilha até às 22h e, portanto, você pode aproveitar o dia até bem tarde. Eu sempre recomendo às pessoas tentar acordar lá pelas 8h, aproveitar a manhã, almoçar, descansar (mesmo que não seja dormindo), voltar a sair depois das 16h/17h e ficar até bem tarde na rua.

– Curta as terrazas.
As terrazas são as áreas abertas de bares e restaurantes e algumas delas são bem fresquinhas, às vezes até com jatos de água, o que ajuda a tornar as refeições mais agradáveis. O blog Bitememad traz algumas dicas de terrazas e eu ressalto sempre que as terrazas bacanas são aquelas que possuem algum tipo de cobertura, como guarda-sol, são arborizadas e possuem uma corrente de vento, senão o efeito é exatamente o oposto.

20130825_135521

Terraza do Círculo de Bellas Artes

– Dê preferência a comidas leves.
Sei que todo mundo vem para cá sonhando em curtir a gastronomia espanhola, mas tente dar preferência aos pratos mais leves, como o gazpacho (sopa fria de tomate), e evite o que é mais pesado, como o cocido e o chocolate com churros!

Se eu sobreviver ao verão e adotar alguma outra dica, volto aqui para contar!

Related Post

6 Comentários em Como sobreviver ao verão de Madrid?

  1. ótima lista! Adotar a siesta é fundamental …

    Sobreviveremos!

  2. Mesmos eguindo as dicas, não tá nada fácil suportar esse calorão!

  3. Amo ese calor de Madrid

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.