Reveillón em Madrid

Se tem uma festa que eu sempre vou achar mais bacana no Brasil do que aqui é o Reveillón. Apesar de adorar o frio, Ano Novo pra mim é sinônimo de praia, vestido, pular sete ondinhas, vestir branco…

Mas já que estamos aqui o negócio é aproveitar. No ano passado escrevi sobre as tradições das festas de final de ano e volto ao tema agora para quem ainda não leu.

A celebração mais tradicional madrileña de Nochevieja é ir até Puerta del Sol (com milhaaaares de pessoas), esperar as 12 badaladas e comer as 12 uvas e, de lá, ir para alguma festa. O problema é que para conseguir ficar na praça você tem que chegar um pouco cedo e se você somar o frio  mais a vontade inevitável de ir ao banheiro depois de inevitáveis cervejas, champagnes, rum e sei lá mais o que, o programa acaba sendo meio furado.

Eu nunca fui, mas a maioria das pessoas que foram disseram que não vale a pena, mesmo porque aqui não rola um show de fogos, nem shows pelas ruas depois da meia-noite. Então a minha dica é: faça uma reserva em um bar ou restaurante e aproveite por lá, emendando depois com uma balada (mas com muita paciência porque está tudo sempre lotado).

Uma coisa que já se tornou tradição em Madrid entre os baladeiros é não curtir a virada e sim ir a uma festa grande no dia 01º de janeiro – que é o que nós iremos fazer. Nesse ano haverá três grandes festivais de música eletrônica com boa programação. São eles:

– Fabrik  Goa –  a Fabrik é uma das baladas mais tradicionais de música eletrônica em Madrid (como eu já contei nesse post) e a cada mês acontece a festa Goa, celebrada sempre no domingo (começa umas 17h e vai até…). Nesta edição especial da Goa de Nochevieja, o principal DJ é Solomun, mas também vai ter Reboot, um DJ que coloca todo mundo pra dançar ao som da nossa clássica “Caminhando e cantando e seguindo a canção” (eu sei, é estranho!). A entrada custa 40 euros (até o momento, porque deve aumentar) e se recomenda comprar antes para não ficar sem.

goa

Reverse – essa balada é bem bacana, com um só ambiente todo decorado à la Caribe. No dia 01º rola uma edição especial da festa Replay, com preços a 30 euros (por enquanto!). A vantagem da Reverse é que fica pertinho de Príncipe Pio, bem acessível para quem vai de metrô ou ônibus, ao contrário da Goa que está nas aforas de Madrid e tem um ônibus da organização levando e trazendo.

reverse

Madrid Winter Festival – novo festival de música eletrônica que vai acontecer na cidade de Moralzarzal (a uns 30 minutos de Madrid, acessível por trem e ônibus). Tem, por enquanto, o melhor setlist, com 2ManyDjs, Paul Kalkbrenner e Richie Hawtin. As entradas custam 55 euros (até o dia 8).

avance

As três festas começam por volta das 17h do dia 1º e vão até às 6h do dia 02.

Vai para alguma festa que nos recomenda? Me escrevam que incluo aqui! Esse site inclui algumas outras festas se alguém preferir outras opções.

2 Comentários em Reveillón em Madrid

  1. Mirela Albuquerque // 06/12/2013 em 4:33 pm // Responder

    Oi! Fiz a reserva numa festa no hotel ME Madrid e estou na dúvida sobre o que vestir! Alguma opinião? 😉

  2. Oi, Mirela!

    Pelo que vi, a festa no ME é bem bacana, com jantar e tudo. Eu recomendaria vestido e salto em alto estilo, mas sem abrir mão dos acessórios para te proteger do frio ao chegar e ir embora (se você não estiver hospedada lá), ou seja: meia-calça, luvas, cachecol e tudo isso. Aproveite muito, essa região de Madrid é uma delícia! 🙂

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.