As melhores universidades da Espanha em 2018

Muita gente pensa que qualquer universidade espanhola é boa e não se preocupa na hora de escolher em qual delas fazer um intercâmbio, o que eu considero um erro bastante grave, já que fazer a graduação ou uma pós em outro país representa um investimento (financeiro, de tempo e emocional) altíssimo. Neste post, comento sobre o ranking feito pelo jornal El Mundo das melhores universidades da Espanha em 2018 para ajudar na sua escolha.

Foto: Mario Martín © Madrid Destino

Para montar o ranking, o jornal levou em conta 25 critérios, divididos em 3 grupos: dados fornecidos pela própria faculdade, como número de alunos, nota de corte, planos de estudos, etc, que somavam 50% da nota final. O segundo grupo era o de dados fornecidos pelos professores, que correspondiam a 40% da nota final; e o último eram outros indicadores, como posição em rankings internacionais, que correspondiam a 10% da nota final.

De acordo com o levantamento do El Mundo, o TOP 10 fica assim:

  1. Universidad Complutense de Madrid
  2. Universidad Autónoma de Barcelona
  3. Universidad de Barcelona
  4. Universidad Autónoma de Madrid
  5. Universidad Politécnica de Madrid
  6. Universidad Politécnica da Cataluña
  7. Universidad Carlos III (Madrid)
  8. Universidad Politécnica de Valencia
  9. Universidad de Navarra
  10. Universidad Pompeu Fabra (Barcelona)

A lista completa está disponível aqui. Dá para ver que Madrid  e Barcelona dominam o ranking, né? É por isso que elas são consideradas algumas das melhores cidades para ser estudante na Espanha.

Se você já sabe qual graduação pretende fazer, o El Mundo também divulgou vários rankings específicos das principais graduações, como Administração de Empresas, Arquitetura, Direito, Economia, Engenharia, Medicina, Jornalismo, etc.

Dá para confiar plenamente nestes rankings? Na minha opinião, não. Com isso, não quero dizer que eles sejam falsos, mas que nem sempre coincidem com a opinião dos estudantes. Conheço muita gente que fez Jornalismo na Complutense (cidade que aparece em 3º no ranking dessa graduação) e já ouvi muitas críticas negativas. Por isso, minha dica é consultar vários rankings e, se possível, procurar grupos de estudantes no Facebook para ter uma visão mais ampla.

Se você estudou na Espanha, compartilhe sua opinião sobre a experiência nos comentários. Ela certamente será muito útil para outros leitores. Quer saber mais sobre estudos na Espanha? Aqui tem uma lista de vários posts publicados aqui no blog.

Related Post

8 Comentários em As melhores universidades da Espanha em 2018

  1. Eu posso falar da minha experiência, estudei na Universidade de Extremadura e para mim foi tudo muito maravilhoso. Documentação fácil, sem muita burocracia, não necesita diploma/DELE para comprovar nível de espanhol. Todos os meus professores disponíveis para qualquer tipo de dúvidas e muitas vezes se disponibilizaram para tutorias durante toda uma semana.
    E eu achei a qualidade do ensino bem Ok! E o custo de vida é bem mais barato do que Madrid e Barcelona.

    • Oi, Thalilla. MUITO obrigada por sua opinião. Realmente as pessoas costumam ir só para as grandes cidades e esquecem das vantagens daquelas não tão disputadas. Uma curiosidade pessoal minha é: com a não exigência de diploma de espanhol, não há problemas de estudantes que não conseguem acompanhar o curso porque não dominam o idioma? Em Madrid, há alguns lugares onde estudantes e alunos têm reclamado pela queda na qualidade de ensino por este problema: https://politica.elpais.com/politica/2018/03/04/actualidad/1520170966_204927.html Um abraço!

  2. Larissa, tudo bem? Meu filho pretende estudar na Espanha e ainda está decidindo pela universidade, mas eu já quero tirar algumas dúvidas, por favor: Como estudante ele tem direito a utilizar o sistema público de saúde? Outra coisa: já li em alguns posts que o governo exige cerca de 60 euros para cada dia que vai permanecer na Espanha. Tem que levar em espécie? agradeço por sua atenção e gentileza. abraço.

    • Oi, José Luís. Infelizmente, estudantes não têm direito a usar o sistema público de saúde. Aliás, contratar um seguro privado é uma das exigências para tirar o visto de estudante. Quanto ao dinheiro, isso se refere a turistas (que permanecem até 90 dias no país) e não estudantes. Para estudantes, é preciso comprovar que possui os recursos econômicos exigidos na hora de tirar o visto. Atualmente o valor exigido é de 537,84€ Recomendo ler este post, que tem bastante informação sobre esse assunto: http://blogueirosmadrid.com/2016/04/05/visto-de-estudante-na-espanha/ Um abraço!

  3. Interessante isso!! É sempre muito importante pesquisarmos os rankings de universidades mesmo antes de fazermos nossa escolha! Obrigada pelas dicas!

  4. concluir o curso de jornalismo na Espanha
    horários das aulas

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.