Alugar apartamento/quarto em Madrid

(POST ATUALIZADO EM SET/15)

Uma das perguntas que mais me fazem quando falo que moro em Madrid é: qual é o melhor lugar para morar? Adoraria responder em uma frase, mas tudo vai depender de vários fatores e o principal deles é dinheiro. Mesmo com a crise, que teve sua origem na bolha imobiliária, morar em Madrid não é barato (não tanto como dizem que é em Berlim, mas nem tão caro quanto Paris ou Londres).

Além da grana, há outras coisas que devem ser levadas em consideração: distância da escola/faculdade/trabalho, se vai dividir apartamento ou morar sozinho, vida noturna (a sua, porque morar longe do centro pode implicar num gasto significativo em táxi para voltar para casa; e a do bairro, porque dormir à noite faz bem!), contato com companheiros de apê, etc.

Nesse post, conto com a ajuda de colegas para contar como é morar em 10 bairros de Madrid.

Minha experiência foi um pouco diferente da maioria porque não tive que correr atrás de anúncios e buscar apartamento. O amigo de um amigo já tinha morado aqui e me passou o email da dona do apartamento, entrei em contato com ela e, por coincidência, um dos três quartos estava livre. Dividir apê é sempre uma experiência meio complicada, principalmente se você só viveu com a família, como era o meu caso. Para mim, foi relativamente tranquilo: dividi o apê com duas colombianas gente boa, mas nosso convívio era bem básico e eu passava a maior parte do tempo no quarto. Tenho amigos que viveram os extremos: odiar o companheiro de piso e não olhar na cara dele ou fazer grandes amigos que se tornam uma companhia importante nesse período longe de casa.

Vista da Ponte de Toledo, pertinho de onde morava. Fora do centro = preços mais acessíveis

Vista da Ponte de Toledo, pertinho de onde morava. Fora do centro = preços mais acessíveis

Como a cidade é lotada de estrangeiros e pessoas de outras regiões do país que vêm para estudar/trabalhar, encontrar um apê é tarefa relativamente fácil. Basta entrar nos sites fotocasa ou Idealista (há muitos outros, esses são os maiores) e estabelecer os parâmetros de busca (grande parte é para dividir o apê).

Para quem está saindo do Brasil e precisa de um apê, eu não recomendaria alugar sem ver antes porque pode ser uma furada. Mesmo que gaste um pouco mais, reserve um hostel por uns dias e, nesse período, visitar os apartamentos que interessam. Alguns incluem no preço do aluguel o valor da internet, água e energia e exigem que você pague dois aluguéis de cara – é como se fosse a fiança, que é devolvida ao final do contrato.

Como bem lembrou uma leitora (gracias, Luiza!), se você aluga um apartamento com uma imobiliária e não com o proprietário, é preciso pagar uma comissão para a imobiliária logo que você fecha o contrato. Essa comissão costuma no valor de um aluguel e não é devolvida ao final do contrato. Isso significa que se você aluga com uma imobiliária no primeiro mês você terá que pagar o equivalente a 3 meses de aluguel (um mês de aluguel, a fianza e essa comissão).

Preços

 De acordo com o site EasyPiso, o valor médio que se paga por mês de aluguel de um quarto é 380 euros. Pelo que pesquisei quando cheguei e o que vi nos sites, a média de aluguel por um quarto varia entre 300 e 600 euros. Já o último estudo do Idealista mostra os bairros com aluguel mais caro em Madrid – eles analisam o valor por metro quadrado de cada bairro, ou seja, o valor total do aluguel e não por quarto. O aluguel nos bairros mais caros custa entre 11 e 13,7 euros/ m² e os bairros mais VIP são, em ordem:

– Salamanca
– Centro
– Chamberí
– Chamartin
– Moncloa

Nos bairros mais acessíveis, como Carabanchel ou Aluche, o aluguel por m² custa entre 8 e 9 euros.

Entre os bairros mais caros de Madrid estão aqueles que são vizinhos ao Parque do Retiro

Entre os bairros mais caros de Madrid estão aqueles que são vizinhos ao Parque do Retiro

Aqui vão cinco dicas para encontrar seu apê/quarto:

– Sempre visite antes e tente conhecer os companheiros de piso. Confira o transporte público e os serviços básicos.
– Pergunte se está ok receber a visita de amigos, família ou namorado/a. Pode parecer besteira no começo, mas com certeza vai ter gente querendo te visitar!
Pergunte sobre a fiança e o que está incluído e o que não está. Em relação aos gastos não incluídos, pergunte se são fixos (como internet) ou variáveis (como energia) e quanto costumam custar os variáveis.
Tenha em conta seu objetivo. Quer estudar e precisa se concentrar? Não vá viver em La Latina ou Malasaña porque as distrações (e tentações) são enooormes! Assim como pode acontecer se você quer curtir muito e seus companheiros de piso são paradões e nunca deixam você fazer uma festinha.
– Madrid tem apartamento super antigos, muitos edifícios baixos não têm elevador e a maioria não tem porteiro, o que torna o custo do condomínio (comunidad) mais baixo, mas você pode se arrepender cada vez que fizer compras, rs!
– A vontade é grande, mas fuja dos brasileiros. Nada contra, mas essa é uma oportunidade única de conhecer gente nova, praticar o espanhol, provar comidas novas, etc.

Hasta pronto!

43 Comentários em Alugar apartamento/quarto em Madrid

  1. Gostaria de saber onde posso procurar um quarto para alugar para estudante, em Espanha, mas em casa de uma família.

    • Oi, Ana! Sinceramente, nunca vi isso por aqui de maneira direta, ou seja família-estudante. Isso costuma existir através de agências de viagens que oferecem cursos no exterior, como aconteceu comigo quando eu vim a primeira vez pra cá, há 10 anos, para estudar espanhol. Naquela época, eu contratei o curso e o alojamento na casa de uma família através da agência STB, mas não sei se eles oferecem apenas alojamento. Entre em contato com algumas agências da sua região para ver se isso é possível!

  2. Olá Larissa, tudo bem?
    Gosto muito do seu blog e dicas que vc publica ?

    Tenho cidadania espanhola, trabalho com informática e estou indo no início de 2016 à Madrid a procura de emprego, estou em dúvida onde ficar, pensei em hostel ou alugar de forma compartilhada algum quarto, mas o hostel seria mais fácil aqui do Brasil, vc tem alguma indicação? A princípio devo ficar 2, 3 meses e ver o que acontece.

    Obrigado.

  3. Oi Larissa,

    Obrigado pelo retorno é dica do hostel! 🙂

    Sobre os bairros, vi no post que você listou os mais caros, mas com base na sua opinião qual seria o melhor custo benefício? Não queria ficar afastado do centro mas tb não quero gastar muito.

    Obrigado!

  4. Oi Larissa, muito legal o blog!
    Por coincidência também estou vendo de ir neste mesmo periodo março/abril 2016 para fazer o curso de espanhol 2 meses.
    Estou dando uma olhada a media é 300 euros o mes de aluguel de um quarto, foi o menor valor que consegui. Com uma localização ok!

    Obrigada!
    Abraço

  5. Oi Larissa, eu, minha esposa e filho, estamos nos preparando para ir ano q vem morar na europa, temos cidadania italiana, gostaria de saber algum site em q eu possa ver alguns apartamentos para alugar, vc poderia me dar uma dica de bairros bons com acesso ao metrô? Desde já agradeço!!!

    • Oi, Diego. No próprio post tem algumas dicas de sites onde você pode encontrar aptos para alugar. No entanto, as páginas que mencionei no texto (fotocasa, idealista, EasyPiso) são da Espanha e como você não disse em que país irá morar, não sei se elas se encaixam no que você procura. Na cidade de Madrid, praticamente qualquer lugar tem acesso fácil ao metrô. Sobre os melhores bairros, escrevi esse post com a colaboração de amigos que moram aqui: http://estoesmadridmadrid.com/2015/06/19/melhores-bairros-para-morar-em-madrid/ Um abraço

      • Olá Larissa !
        Sou de São Paulo pretendo passar 30 dias em Madri vcê conhece algum bairro que tem um aluguel pouco mais acessível …
        Abração .

        • Oi, Jair! Nesse post você encontra informações sobre os preços de vários bairros de Madrid! Espero que seja útil. Um abraço

    • Dizem que o bairro de Malasaña é muito bom

      • Elza, Malasaña é um dos bairros da moda. Os aluguéis são bastante altos na região e a vida noturna é bem animada, por isso recomendaria a um público mais jovem (estudantes) e não tanto a famílias.

  6. Oi Larissa,

    Gostei muito do seu site. Muito ilustrativo e presta o maior apoio a pessoas como minha mulher eu eu, os quais pela primeira vez em Madri, não sabem por onde começar a procurar uma acomodação a preços factíveis.
    Quero ficar na cidade por um mes e gostariamos de ficar em casa de familia. Como devo fazer? Há algum site específico para procurar?
    Desde já, muito obrigado.

    • Oi, Jorge! Obrigada pelo carinho. Nos sites que eu mencionei nesse post é possível encontrar apartamento para dividir, que seria o caso de vocês. Você pode usar sites como o Idealista, Fotocasa e EasyPiso e procurar por “pisos para compartir”. Boa sorte!

  7. Lucas da Costa Almeida // 17/09/2015 em 3:57 pm // Responder

    Oi tudo bem?

    Talvez eu vá para a Espanha por 6 meses (um semestre), pro intercâmbio da minha universidade. Pode ou ser em Madrid ou a de Coruña. Quanto você acha que eu vou gastar por mês tirando as passagens? Mesmo dividindo quarto e economizando? Se pudesse fazer um resumão de tudo eu ficaria grato risos!

    Muito Obrigado!

  8. Oii. Eu mais minha namorada e um amigo estamos querendo arranjar um ao para nos, a questão é que nenhum de nós ainda tem o documento de Espanha, embora minha namorada seja portuguesa. Sabe de alguma solução?

  9. Estou querendo ir para madrid para morar tenho passaporte no caso vai eu, minha filha e meu esposo tem alguma complicação em não ter o visto somos brasileiro?

    • Oi, Vera. Desculpe, não entendi sua pergunta. Você tem o passaporte espanhol e sua família não? Sua filha poderia tirar o passaporte aí no Brasil ainda, sem problemas. E o seu marido poderia vir morar com você como “familiar de comunitário”. Esse documento deve ser tirado aqui e não no Brasil (nesse post você pode ver como funciona: http://www.manairaaraujo.com/matrimonio-de-espanol-con-extranjero/). Para passar no controle policial, ele não precisa de visto e, se fizerem perguntas, vocês podem apresentar a certidão de casamento. Abs

  10. Oi Larissa! Obrigada pelas dicas do aluguel!
    Outra pergunta: a carteira de motorista. Tirando uma habilitação Internacional aqui no Brasil, posso usar normalmente aí? Se sim, ela tem prazo de validade, tipo é provisória ou posso usar por tempo ilimitado (dentro da validade normal dela)? Meu namorido é conductor de camión. Sabe se ele deverá fazer os exames normais aí ou poderá usar a habilitação Internacional?
    Obrigada mais uma vez!

  11. Gabriele capezzuto // 28/04/2016 em 8:53 pm // Responder

    Quero alugar apartamento na Espanha quem souber avisa tenho documentação legal na italia

    • Gabriele, o mais fácil para alugar apartamento é nos sites que eu indiquei no post ou então em grupos de brasileiros no Facebook.

  12. Boa noite Larissa. Estou adorando ler seus artigos. Estou quase certa de ir morar em Madrid com meu namorado e os artigos estão me ajudando muito. Eu tenho cidadania, já me informei aqui e sei que a melhor coisa para ele é casarmos aqui que ele já entra como residente e pode trabalhar, certo?
    Como falei, os artigos estão me ajudando muito, mas neste aqui por exemplo, só fala de aligar quarto, dividir. Queria saber se há a possibilidade de conseguirmos alugar um apartamento só para a gente. Até porque, quero levar meu gato, nem sei se agora, assim eu formos, mas pelo menos em alguma época, quero ele comigo (já sei que esse assunto me dará muita dor de cabeça…),
    Bom, é isso. Quero saber se conseguimos alugar um apartamento só para a gente.
    Desde já muito obrigada!
    Rackel

    • Oi, Rackel! Isso mesmo, se vocês casam aí, ele viria com o documento de familiar de comunitário que lhe permitira trabalhar. Sim, é possível alugar um apto só para vocês, mas na maioria dos casos eles vão exigir um contrato de trabalho, para poder comprovar que você tem renda. Ou podem pedir que você pague adiantado. Aí já é questão de negociar. Um abraço!

  13. Santiago Minguez y García // 13/07/2016 em 12:46 am // Responder

    Olá Larissa estou me preparando para ir morar nas cidades próximas a Madri, tenho cidadania espanhola e irei com minha família (esposa e 2 filhos) vc não mencionou apartamentos ou casas para morar sozinho! Média de valores, e vc tens alguma dica paraeu caso?

    • Oi, Santiago. Nesse próprio post mencionei alguns sites que você pode usar para fazer uma pesquisa de preço de casa ou apartamento. Abs!

  14. dalton de souza barros // 31/07/2016 em 8:16 am // Responder

    Olá Larissa,
    Estou indo pra Madrid em setembro pra passar 6 meses estagiando no Hospital Can Carlos da Universidade Complutense.
    Estou procurando algum lugar pra ficar, tipo studio. Você conhece algum por perto ?
    Obrigado.

    Abc

    • Oi, Dalton. Não conheço nenhum lugar específico, mas nessa região a oferta costuma ser bem grande. Dá uma olhada nos sites que recomendei no post que você com ctza vai encontrar alguma coisa. Abs

  15. Ola larissa tdo bem eu e meu namorado estamos pensando em ir para madrid e precisamos locar um apartamento acha q conseguimos sendo brasileiros sem ter dupla nacionalidade . Teria algum lugar q recebe brasileiros

    • Oi, Cassiana! Sim, tem gente que costumar alugar para imigrantes ilegais, mas os preços também são mais altos. Tente entrar em comunidades de brasileiros em Madrid no Facebook porque lá sempre rolam uns anúncios. Abs!

  16. Ola Larissa,

    Irei para Madrid em outubro deste ano para fazer pós graduação e estou com medo de ficar num hostel e deixar para procurar um local para morar só quando chegar lá, porque ouvi dizer que todos os quartos para alugar que são bons as pessoas alugam final de agosto porque o ano letivo começa em setembro. Isso é verdade? Em outubro não tem mais quartos bons para locar?

    Abs.

    • Oi, Natália. A verdade é que realmente grande parte dos aptos/quartos são alugados em setembro, mas a oferta é grande e não é impossível encontrar algo bacana em outubro. Uma possibilidade é o site SpotAHome, que é como um Airbnb, mas de longa duração e que te permite alugar estando aí e a partir do momento em que você quiser. Dá para pagar com o cartão de crédito ou paypal e é voltado exatamente para quem está chegando agora (eles têm um serviço de “inspeção” para confirmar que o apê está ok). Abs

  17. Dante Bocchi Jr // 25/10/2016 em 11:21 am // Responder

    Bom dia Larissa Andrade, vc está de parabéns pela qualidade e dedicação de suas informações aos cidadãos que pretendem viajar para Espanha. Vou viajar por 3 meses em 2017, para Madrid tenho 69 anos, e tenho dados suficientes para programar minha viagem. Grande abç

    • Oi, Dante! Nem preciso dizer que ganhei o dia com a sua mensagem, né? Espero que a viagem seja incrível! Obrigada pelo carinho. Um abraço

  18. Roberto Claudio // 06/09/2017 em 6:26 pm // Responder

    infelizmente não contribuiu em muita coisa o artigo, devido a experiencia da viajante ter sido através de um amigo de um amigo, sendo que a maioria não conta com esta ajuda.

    • Oi, Roberto. Esse post foi escrito em primeira pessoa, por mim. O texto que tem as colaborações é o texto sobre os bairros (o que está no link). De qualquer forma, as experiência nunca são iguais, por isso, ouvir mais de uma nunca é demais, não?

  19. Oi Larissa. Muito bom seu post bem informativo. Olha estou indo pra Madrid agora em junho de 2018, vc pode me indicar um bairro onde os aluguéis na sua opinião podem ser mais baratos pra poder alugar um quarto ou estúdio, procuro esses dois tipos de moradia lá em Madrid. Nasci no Brasil porém minha família é toda da Espanha,tenho nacionalidade espanhola. Gostaria tbm de saber se pode me indicar algum(a) conhecido seu que pode estar alugando um quarto ou algo assim. Aguardo sua resposta. Vlw ; )

    • Oi, Adriel! Quanto mais afastado do centro, mais barato costuma ser. Exceto zonas residenciais de alto padrão, claro! Acho que vale analisar o que você vai fazer aqui para escolher um apê de fácil acesso ao trabalho/escola para não perder muito tempo em deslocamentos. Um abraço!

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.