7 coisas para fazer em Madrid em junho

Dias longos com 15 horas de luz, temperaturas em alta, muitas atividades ao ar livre. Junho é o mês em que o verão começa oficialmente no Hemisfério Norte e a capital espanhola fica muito animada. Neste post, conto um pouco como é Madrid em junho e 7 coisas para fazer por aqui nesse mês.

Clima em Madrid em junho

O mês que marca a transição da primavera ao verão costuma ser bastante seco, com uma média de três dias de chuva. As temperaturas variam entre 16 e 28 graus, embora na prática possam ficar bem acima disso, especialmente se houver alguma onda de calor.

Se você não sabe o que colocar na mala para vir a Madrid em junho, minha dica é: camisetas, shorts, vestidos, sandálias e alguma jaqueta e jeans para usar à noite caso refresque.

O ótimo rooftop do hotel Emperador, em plena Gran Vía, sediará uma sessão de cinema por mês de junho a setembro. Serão exibidos filmes de Almodóvar e, além do ingresso, também inclui pipoca e uma taça de champanhe. A primeira sessão é no dia 05, com Tacones Lejanos e os ingressos custam 27€.

O maior festival de fotografia da cidade chega à sua 25º edição e apresenta, entre muitos outros artistas, obras do brasileiro Sebastião Salgado em pleno Palácio Real. Vários espaços e centros culturais da cidade sediam exposições, como o Museu Lázaro Galdiano e a Real Academia de Bellas Artes de San Fernando – essa última traz o trabalho das fotojornalistas Margaret Michaelis y Kati Horna sobre a Guerra Civil Espanhola, que acreditavam que havia sido perdido.

O festival Photoespaña vai até 28 de agosto e algumas exposições têm entrada gratuita e outras são pagas.

Começa no dia 08 mais uma edição desse já clássico festival de música de Madrid que acontece na Universidad Complutense e que nesse mês contará com Imelda May, Wilco, Patti Smith e outros, fechando junho com ninguém menos que Marisa Monte. Os preços variam de acordo com o show.

Mérida sedia anualmente um importante festival de teatro clássico e Madrid é uma das outras cidades que recebem apresentações ocorridas em edições anteriores do festival. Entre os dias 8 e 26 de junho, os teatros Reina Victoria e Bellas Artes apresentarão as seguintes obras:  Mercado de Amores, 50.000 pesetas, Hipatia de Alejandría, Las suplicantes y Tito Andrónico.

Os ingressos custam a partir de 9,75€ em pré-venda.

Celebrado no dia 21 de junho, dia do solstício de verão, o Dia Europeu da Música terá uma programação bem interessante esse ano. Entre os dias 17 e 23, Madrid se transforma na Piano City e haverá 60 apresentações ao vivo espalhadas pela cidade em que o piano será o grande destaque.

Com o subtítulo “Mulher e Sociedade no Antigo Egito”, essa mostra abre no dia 10 e traz quase 300 peças de 12 países com o objetivo de aprofundar na condição e posição das mulheres nessa sociedade. A exposição acontece no Palacio de las Alhajas e os ingressos custam entre 7 e 14€.

As piscinas municipais já abriram e as temperaturas são ideais para curtir um banho. Recomendo comprar os ingressos com antecedência, especialmente para os finais de semana. Os ingressos para adultos custam 2,25€.

Além das municipais, também há piscinas públicas da Comunidade de Madrid, que devem abrir em meados de junho.

Também recomendo muito a piscina da Universidad Complutense, aberta apenas para estudantes e professores (dessa e de qualquer universidade).

.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notice: Undefined variable: gdprcp_content in /customers/1/f/b/estoesmadridmadrid.com/httpd.www/wp-content/plugins/gdpr-cookies-pro/gdpr-cookies-pro.php on line 275