O que fazer em Madrid em agosto de 2020

Se agosto já é um mês atípico em Madrid, quando todo mundo viaja, este agosto é, sem dúvida, o mais diferente. A cidade está longe de voltar à normalidade, mas a vida cultural vai, pouco a pouco, voltando a se movimentar, por isso deixo aqui algumas dicas do que fazer em Madrid este mês*.

O tradicional festival de verão ficou um pouco diferente neste ano. Se antes ele se espalhava pelos parques de Madrid, nesse ano ele está acontecendo apenas em Conde Duque. São shows, obras de teatro, atividades infantis e outros eventos que acontecem até o final do mês. Entre os eventos mais bacanas, na minha modesta opinião, estão o show da banda Cariño, a apresentação Algo Inesperado (um show surpresa que nas edições anteriores teve Morgan e Vetursta Morla) e a performance “Voguing de una noche de verano”. Os preços variam, mas o mais caro custa 18€.

Show no parque durante o Veranos de la Villa

Para os amantes do cinema, essa época é especial. A cidade fica cheia de cinemas de verão e, embora esse ano não sejam tantos, o Matadero tem uma proposta com filmes bem interessantes até o dia 16 de agosto. Há exibições de quinta a domingo às 22:30 e os ingressos são gratuitos, mas devem ser reservados online no próprio dia a partir das 12 horas.

Para nós, brasileiros com ascendência espanhola, é sempre emocionante conhecer a história daqueles espanhóis que partiram em busca de uma vida melhor. O centro Conde Duque exibe até 30 de agosto a exposição fotográfica “Emigrantes invisibles. Españoles en EE.UU. (1868 – 1945)”. A entrada é gratuita.

Para mim, um verão sem festival não é um verdadeiro verão. É verdade que quase todos eles foram cancelados nesse ano, mas a iniciativa Abre Madrid traz uma série de shows e uma espécie de micro-festival nos dias 14 e 15. No line-up, León Benavente e Ladilla Rusa. É possível comprar para um dos dias ou para os dois, lembrando que é necessário estar sentado e usar máscara. Os ingressos custam a partir de 30€ para um dia.

Um clássico do verão madrilenho, o festival PhotoEspaña não terá uma programação tão ampla nesse ano, mas há exposições interessantes também eventos online. Como sempre, as exposições se espalham em diferentes centros culturais da cidade, como a Casa de América, o CentroCentro Cibeles e o Círculo de Bellas Artes. Confira a programação no site oficial.

Mais um bom motivo para visitar o Parque do Retiro: essa exposição que trouxe flores gigantes ao Palácio de Cristal. Quem vê sem saber sua história nem imagina que quem está por trás da obra é o artista kosaco Petrit Halijaj, que cresceu no meio dos conflitos políticos e culturais do seu país.

Às sextas-feiras de agosto e setembro, o Jardim Botânico promove Los paseos musicales del Botánico, que consiste em um encontro entre música e natureza em um espaço único com a interpretação de música clássica por parque da Orquestra Sinfônica do Bankia. Os ingressos custam 10€ e as apresentações duram 50 minutos.

Para os amantes das noites de verão, o Museu Sorolla oferece uma programação especial. Todas as quintas-feiras desse mês, o museu abrirá das 20 às 22:30. Para fazer a visita, é necessário retirar o ingresso na bilheteria a partir do dia anterior). Se você preferir visitar o museu em qualquer outro horário, saiba que durante todo o mês de agosto, a entrada é gratuita!

Museu Sorolla

*Antes de participar de qualquer evento, confira o site oficial para ver as condições de acesso relacionadas à covid-19 ou até mesmo para confirmar se o evento não foi cancelado.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Notice: Undefined variable: gdprcp_content in /customers/1/f/b/estoesmadridmadrid.com/httpd.www/wp-content/plugins/gdpr-cookies-pro/gdpr-cookies-pro.php on line 260