Cinco lugares para fugir do frio em Madrid sem gastar nada!

Download PDF

(ATUALIZADO EM NOV/2016)

Depois de meses de calor tórrido, parece que o inverno não vai chegar nunca. Mas ele chega! E embora em Madrid não faça tanto frio quanto em outras partes da Europa, para um madrileño qualquer coisa abaixo dos 5 graus já significa sofrimento. E para quem é turista e acaba de chegar de um Brasil onde o sol não dá trégua, a adaptação ao clima pode representar um certo desafio.

Se esse é o seu caso, esse post é pra você! Aqui vão cinco dicas de lugares onde você pode fugir do frio e curtir uma oferta cultural bacana sem gastar NADA!

Fundación Telefónica

Esse centro cultural está em um dos edifícios mais emblemáticos da Gran Vía e é ponto de encontro das pessoas, já que está justo na saída da estação de metrô Gran Vía. As exposições que acontecem por lá costumam ser bem variadas, mas bastante interessantes, e sempre com entrada gratuita. Atualmente tem uma exposição ótima sobre Hitchcock, a qual eu recomendo visitar durante a semana, porque está lotando.

Expo do Paco Roca na Fundación Telefónica

Expo do Paco Roca na Fundación Telefónica

Mesmo que  você não quiser ver as exposições, em alguns andares tem alguns bancos e dá para sentar e relaxar um pouco. No térreo, há uma cafeteria nova, que pode ser uma boa solução para quem precisa esquentar!

Picasso por Paco Roca

Picasso por Paco Roca

Metrô: Gran Vía. Horário: de terça a domingo, das 10 às 20h.

Matadero

O Matadero é o centro cultural mais bacana de Madrid, na minha modesta opinião. Não só tem uma programação ampla e variada, que inclui exposições e teatro, documentários e eventos de gastronomia ou design, mas pelo espaço em que está, que é o antigo matadouro de Madrid. Escrevi um post especial sobre o Matadero, que é um lugar ótimo para esses dias frios, porque dá para levar um livro e passar a tarde toda por lá. Existem espaços bem amplos, com algumas cadeiras de madeira, onde você pode sentar e esquecer da vida. E tem também uma espécie de sala de leitura, onde costuma ter alguns livros e jornais, onde você também perder a noção da hora.

Matadero <3

Matadero <3

Além disso, tem uma cantina muito bacana, e muitas exposições são abertas gratuitas. Mesmo que esteja frio, não deixe de dar uma volta por todo o Matadero porque vale a pena!

Sala de leitura do Matadero

Sala de leitura do Matadero

Metrô: Legazpi. Horário: de terça a sexta, das 16 às 21. Sábados, domingos e feriados, das 11 às 21h.

Centro Centro

O Centro Centro é um desses espaços que dá vontade de voltar sempre, porque além de estar em um dos edifícios mais bonitos e fotografados da Cidade, o Palácio de Cibeles, também conhecido como antiga sede dos Correios, tem um ambiente muito gostoso. A entrada ao edifício é gratuita e muitas exposições também. Há wi-fi, revistas, jornais. É só chegar e “se jogar” ou, se preferir, ver alguma das exposições gratuitas.

Palacio de Cibeles - Centro Centro

Palacio de Cibeles – Centro Centro

Metrô: Banco de Espanha. Horário: de terça a domingo, das 10h às 20h.

La Casa Encendida

A Casa já foi tema de um post por aqui e é um dos meus lugares favoritos em Madrid. Posso confessar? Eu adoraria casar naquela terraza num fim de tarde com um pôr-do-sol daqueles que só Madrid pode oferecer. Mas, voltando ao que interessa, La Casa Encendida é um lugar perfeito para entrar, sentar, descansar, tomar um café e ver exposições bacanas, ou simplesmente sentar na pequena biblioteca para ler revistas importadas (é obrigatório fazer a carteirinha, mas você pode fazer na hora). As exposições costumam ser ótimas e gratuitas. Também rolam muitas palestras bacanas, ou gratuitas ou bem acessíveis, sempre sobre temas relacionados a cultura, sociedade ou meio ambiente.

Casa Encendida

Casa Encendida

Metrô: Embajadores ou Lavapiés. Horário: aberta todos os dias (exceto feriados), das 10 às 22h.

La Tabacalera

A Tabacalera, onde antes funcionava uma antiga fábrica de tabaco, se divide em duas áreas. Uma delas é um centro autoadministrado e muito aberto à participação pública, tanto nas atividades que já estão programadas como para sugerir programas e participar efetivamente de tudo que acontece por lá. E a variedade é enorme: há palestras, oficinas para adultos e crianças, feiras solidárias, exibição de filmes… você pode ver a agenda no site deles.

la-tabacalera

Já a outra parte é administrada pelo Ministério da Cultura e costuma ter exposições bem interessantes.

tabacalera

Se não estiver tão frio, aproveite para apreciar todos os grafites da fachada, que são incríveis.

Metrô: Embajadores

E aí, será que deu pra esquentar?

Related Post

12 Comentários em Cinco lugares para fugir do frio em Madrid sem gastar nada!

  1. Adoooro a Tabacalera, mas infelizmente neste momento está fechada 🙁 estou à espera que a abram para voltar lá…

  2. Ótimas dicas, quero muito voltar e ir no Matadero, quando estive aí acabei esquecendo 🙁
    beijoss

  3. Thalita, vai ter que voltar porque o Matadero é demais!

  4. Adorei a listinha!!
    Eu tenho um amor crescente pelo Matadero. Cada vez que vou ficar mais apaixonada!

  5. 5 graus é pra andar de bermuda e camiseta. Chega de 30 graus (kkk). Outra alternativa é comprar uma garrafa de Fundador e beber. Esquenta que é uma beleza. kkkkkk

    • Hahahhaha! O que incomoda mesmo é chuva, como temos tido nos últimos dias. Ainda bem que isso é incomum por aqui! Já os espanhóis, para esquentar, preferem rum! 😉

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*