Era uma casa muito engraçada…

… não tinha RALO, não tinha nada!

Esse post é para falar um pouco das diferenças das casas por aqui (que devem  ser similares em outros países da Europa e que têm coisas parecidas com as do EUA) em relação às casas brasileiras. Nos hotéis, os turistas não costumam se deparar com essas diferenças, mas quando se vai para uma casa ou apartamento, não tem jeito…

1- O banheiro não tem ralo. Nem a cozinha.
Ok, admito que num primeiro momento isso me deixou bem feliz, porque quando minha mãe perguntou: “tá lavando o banheiro direitinho?”, eu podia dizer que não lavei do mesmo jeito que se faz no Brasil porque não tinha como. Mas a verdade é que depois de um tempo, enche o saco limpar só com a “fregona”. Aliás, sabiam que ela é um invento espanhol? Eles se orgulham muito disso!!

2- O bidê ainda vive!
No Brasil, quase casa nenhuma mais nova tem bidê (ou será que ele voltou à moda?), mas por aqui ele segue firme e forte.

3- Banheira é quase unanimidade.
Se no Brasil banheira tem um quê de status e você passa a vida inteira sonhando em ter uma, especialmente na infância, aqui na Espanha praticamente todas as casas têm banheira, embora seja a mais simples, sem hidromassagem nem nada. E a verdade é que é uma porcaria: suja pra caramba, dá trabalho limpar e você quase nunca usa.

4- Lavanderia? Sem chance!
A máquina de lavar fica na cozinha e a roupa depois é colocada para secar normalmente em dois lugares: nesses varais montáveis, que normalmente ficam na sacada ou qualquer área externa que você tiver durante os meses mais quentes ou dentro de casa nos dias de frio/chuva; ou aqueles varais clássicos pendurados para fora de casa que fazem toda a vizinhança ver suas calcinhas. Pior que isso é só deixar a calcinha cair quando está pendurando… isso já aconteceu comigo umas três vezes!

Varal pra fora: intimidade zero!

Varal pra fora: intimidade zero!

Quando chove ou faz muito frio, o jeito é montar o varalzinho na sala ou onde tiver mais espaço dentro de casa ou pendurá-las para fora e colocar um plástico em cima, mas é um sofrimento porque a somatória entre frio, vento e roupa molhada faz a tarefa se tornar uma tortura.

5- E o tanque, né?
Minha vó morreria se morasse aqui e não tivesse o tanque para lavar as peças mais delicadas. A princípio a falta de tanque não me incomodou… até o dia que eu pisei no cocô e passei a perguntar para todo mundo onde eles lavavam o sapato nessas situações porque na pia da cozinha não rola… na banheira?? na pia do banheiro?? Que nojo!

Máquina de lavar na cozinha

Máquina de lavar na cozinha

Esqueci alguma particularidade das casas espanholas ou sabe algo diferente de casas em outros países? Contem abaixo!

Related Post

5 Comentários em Era uma casa muito engraçada…

  1. Não me lembro como é na Espanha, mas, na Alemanha, o papel higiênico utilizado é jogado diretamente no vaso e vai embora com a descarga. No Brasil não é assim e, por isso, os alemães que vem pra ca e ficam hospedados em hotéis, (onde, normalmente, há um aviso solicitando não jogar o papel no vaso e sim no lixo) acham este lance bem nojentão.

    • Aqui também é como na Alemanha, Arnaldo. O pior é que tem gente que simplesmente não coloca a lixeira no banheiro, coisa que nunca entendi muito bem porque tem muita coisa que não dá para jogar no vaso.

  2. Lali, na Argentina é a mais coisa, a maioria das casas tem essas banheiras que quase nunca se usa, o bidê ainda existe e não tem tanque, e a lixeira no banheiro foi a coisa mais esquisita a primeira vez que fui na casa de uma das meninas, fiquei procurando de nada…..kkkkk

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*